Reportar erro
Tem chance?

Globoplay escolhe duas séries para enviar ao Emmy americano

Streaming vai tentar vencer o Emmy nos EUA

Marina Ruy Barbosa e Sophie Charlotte estarão em séries do Globoplay
Séries do Globoplay vão tentar indicação ao Emmy, nos EUA - Foto: Montagem
Daniel César

Publicado em 10/10/2021 às 06:00:20

O Globoplay quer entrar com tudo no mercado americano e, para isso, já decidiu que irá mesmo participar do Emmy a partir de 2022. A intenção da plataforma é enviar duas produções para a principal premiação da TV dos EUA e também para outras menos badaladas, como o Globo de Ouro, o SAG e o Critic's Choice, como forma de divulgar o serviço de streaming no país. Além disso, a cúpula da empresa entende que, em caso de beliscar uma indicação, consegue todos os holofotes do mundo por causa da força desses prêmios.

Segundo apurou o NaTelinha, a intenção do Globoplay é tornar Anjo de Hamburgo e Rico Connection como elegíveis para o Emmy americano já no ano que vem. No primeiro caso, a tarefa não é tão difícil, já que a série está em processo de pós-produção e deve ser lançada em breve, mas o segundo complica um pouco, visto que as gravações ainda nem começaram. Para uma produção se tornar elegível para o Emmy, ela precisa ter episódios lançados até 31 de maio de 2022, ou seja, ainda há tempo, mas para quem nem está em estúdio, é apertado.

O NaTelinha já havia antecipado a intenção da plataforma de mirar no Emmy americano para tentar atrair cada vez mais assinantes para seu serviço nos EUA e em outros países do mundo, já que a cada dia o Globoplay vem aumentando a lista de locais em que há disponibilidade de seu conteúdo. Agora, a estratégia ganhou novos passos com a escolha das produções que ficarão elegíveis para a premiação já no ano que vem.

Com as produções enviadas para tentar beliscar uma indicação ao prêmio, outras categorias também garantem esse direito, como o caso do elenco. Isso significa dizer que nomes como Sophie Charlotte e Marina Ruy Barbosa, protagonistas de Anjo de Hamburgo e Rio Connection, respectivamente, terão a chance de ser indicadas na categoria de melhor atriz e concorrer com nomes como Elizabeth Moss (The Handmaid's Tale) e Jennifer Aniston (The Morning Show).

Brasil no Emmy?

Globoplay escolhe duas séries para enviar ao Emmy americano

Tornar uma série elegível para o Emmy não significa, no entanto, que o Brasil terá chances reais de ir ao Emmy, já que a elegibilidade é apenas o primeiro passo para cravar uma indicação. O Globoplay irá disputar com gigantes do mercado e com tradição na premiação, como a Netflix, a Prime Vídeo, HBO e, mais recentemente Apple e Disney.

Mesmo assim, isso não significa que as chances são nulas só pelo fato do Globoplay não ser conhecido do mercado americano, já que produções de plataformas menores já conseguiram beliscar vagas, como aconteceu com a Hulu, que até venceu prêmio antes da Netflix. Na visão dos executivos do serviço de streaming brasileiro, o primeiro passo para garantir chances reais é se tornar elegível e enviar produções para várias categorias todos os anos, até conseguir emplacar uma indicação. Inclusive, a estratégia é que, para 2023, mais séries recebam este tratamento.

Por que Globoplay pode ir ao Emmy

Globoplay escolhe duas séries para enviar ao Emmy americano

A estratégia do Globoplay para ir ao Emmy não é tão simples e nem todas as emissoras do país podem fazer, assim como a própria Globo não consegue. Isso porque, o Emmy impõe algumas regras importantes e, a principal delas, é que toda produção para ser elegível precisa ser exibida obrigatoriamente nos EUA, já que o prêmio é para a TV americana.

Neste ponto, tanto Anjo de Hamburgo quanto Rio Connection conseguem porque o Globoplay já está no mercado do país disponível e, portanto, as séries serão exibidas por lá. Para incrementar ainda mais as chances, no entanto, a plataforma foi além e decidiu gravar ambas as séries em inglês, língua do país, o que eleva ainda mais as chances de visibilidade e, posteriormente, indicação.

A escolha do Globoplay

Globoplay escolhe duas séries para enviar ao Emmy americano

Embora seja uma aposta e tanto enviar duas séries para o mercado americano, o Globoplay não fará isso em grande quantidade com outros produtos, como Sob Pressão e Segunda Chamada, por exemplo. Isso porque, embora a plataforma esteja nos EUA e poderia, em tese, enviar essas obras, já que são exibidas lá, mesmo com legenda, há um fator preponderante no caso.

A Academia que controla o prêmio é a mesma que controla o Emmy Internacional e ela impede que uma mesma série seja enviada para os dois prêmios, por isso todos os canais precisam fazer uma escolha: ou vai para a premiação americana ou para a internacional. No caso das séries faladas em língua portuguesa, o Globoplay manterá a tradição e tentará vencer o troféu internacional.

Mais Notícias