Reportar erro
Crime hediondo

Fábio Assunção participa de série documental sobre assassinato de Daniella Perez

Atores faziam par romântico na novela De Corpo e Alma, de 1992

Daniella Perez e Fábio Assunção nos bastidores da novela De Corpo e Alma
Fábio Assunção é um dos atores convidados para a série documental sobre Daniella Perez; atores contracenaram em última novela da atriz - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 25/09/2021 às 19:45:00

Fábio Assunção gravou seu depoimento para a série documental sobre o assassinato de Daniella Perez (1970-1992), com quem contracenava na novela De Corpo e Alma (1992) na época em que a atriz foi assassinada. A produção, que recorda o crime que chocou o país há quase 30 anos, é da HBO Max.

De acordo com informações do site de Patricia Kogut, do jornal O Globo, a série terá cinco episódios e reunirá entrevistas com vários famosos. Entre eles, a autora de novelas Gloria Perez, mãe de Daniella Perez, e Raul Gazolla, marido da atriz na época do crime. Também vão participar Claudia Raia, Cristiana Oliveira, Mauricio Mattar, entre outros famosos.

Em 28 de dezembro de 1992, aos 22 anos, Daniella Perez foi assassinada pelo ator Guilherme de Pádua, que vivia seu par romântico na novela De Corpo e Alma, e pela esposa dele, Paula Nogueira Thomaz, com dezoito golpes de tesoura que perfuraram pescoço, pulmão e coração.

Os assassinos da atriz foram julgados e condenados por homicídio duplamente qualificado, com motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima. Eles cumpriram, em regime fechado, 6 dos 19 anos a que foram condenados. Na época, um abaixo-assinado movido por Glória Perez angariou mais de 1 milhão de nomes para alterar a legislação penal, para incluir o homicídio entre os crimes hediondos.

Série documental sobre Daniella Perez deve estrear em 2022; diretora promete dar justiça à atriz

A produção da HBO Max também vai ouvir advogados e autoridades envolvidas no caso. As gravações têm sido feitas no Rio de Janeiro, com direção de Tatiana Issa. Apenas Wolf Maya, diretor de De Corpo e Alma, gravou sua participação nos Estados Unidos. A previsão de estreia é para 2022.

No Instagram, Tatiana Issa garantiu: "Essa série trata de tópicos importantes como feminicídio, a culpabilização da vítima, do circo midiático, dos detalhes do crime, entre outros, mas sobretudo conta a história da luta de uma mãe, que mesmo depois de 30 anos, continua lutando como uma leoa. Vamos de mãos dadas dar a nossa Dany a justiça que ela tanto merece".

Fábio Assunção participa de série documental sobre assassinato de Daniella Perez



Mais Notícias