Reportar erro
Vem aí

Pelé se declara ao Brasil em trailer de documentário da Netflix: "Tudo pra mim"

Plataforma mostrará detalhes da carreira do rei do futebol

Pelé no documentário da Netflix
Documentário falará um pouco da carreira de Pelé - Foto: Reprodução/Netflix
Redação NT

Publicado em 04/02/2021 às 16:14:00,
atualizado em 04/02/2021 às 16:27:58

A Netflix divulgou nesta quinta-feira (4) o trailer do documentário de Pelé, considerado o maior jogador de futebol da história. A produção irá resgatar os primeiros passos do ex-atleta até a conquista do tricampeonato da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1970. O enredo também vai explorar a idolatria que ele conquistou ao redor do planeta.

“A gente achava que o Brasil era conhecidíssimo, mas não era”, diz o ídolo no vídeo de divulgação da empresa. “Sempre me procuram pra ver se posso apoiar um lado ou outro”, acrescenta. “O Brasil é o meu país. Representa tudo pra mim”, completa.

A plataforma de streaming mostrará ao público memórias da carreira de Pelé, usando um tom nostálgico e emocionado dele. Ainda vai ter declarações de personalidades que viveram a época de ouro do jogador, com vários pontos de vista sobre a figura do ex-jogador, misturando o contexto político-social do Brasil nos anos de 1970.

O filme é da Pitch Productions e teve direção de David Tryhorn e Ben Nicholas. A trama conta com a produção do cineasta Kevin Macdonald, vencedor do Oscar por Munique, 1972: Um Dia em Setembro. O documentário irá estrear no dia 23 de fevereiro.

Confira o trailer abaixo:

Pelé e sua carreira

Edson Arantes do Nascimento, de 80 anos, começou a jogar no Santos em 1956 e seu talento chamou muita a atenção. Em 1958, foi levado para a Copa do Mundo e acabou sendo o grande protagonista do torneio, fazendo um dos gols mais bonitos de uma final, segundo especialistas de futebol.

Ao longo da sua carreira, Pelé venceu vários campeonatos estaduais, nacionais e internacionais pelo clube alvinegro praiano. Pela seleção brasileira, conquistou três vezes a Copa do Mundo e eternizou a camisa 10. O craque também fez mais de 1000 gols, índice alcançado por poucos jogadores, como Romário.

Mais Notícias