Reportar erro
Sucesso

Globoplay e Amazon "duelam" por Todo Mundo Odeia o Chris

Fãs terão mais opções para assistir a produção

Elenco de Todo Mundo Odeia o Chris
Todo Mundo Odeia o Chris está nas duas plataformas - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 08/01/2021 às 17:30:00

Sucesso no Brasil há mais de uma década, Todo Mundo Odeia o Chris (2005-2009) entrou no catálogo do Amazon Prime Video nesta sexta-feira (8) e virou motivo de “duelo” da empresa com o Globoplay. As duas plataformas usaram suas redes sociais para divulgar a produção, fazendo com que a série se tornasse um dos principais assuntos da web. O enredo também pode ser visto na TV fechada através do Comedy Central e na TV aberta pela Record aos domingos.

O streaming do Grupo Globo divulgou primeiro as quatro temporadas da série. “Quando o Dickerson de Todo Mundo Odeia o Chris descobre que eu trouxe mais episódios e agora tenho as 4 temporadas completas: Meu Brother!”, escreveu.

Minutos depois, o Prime Video contou que a trama havia entrado em seu catálogo. “Espaço reservado para colocar sua cena ou frase favorita de Todo Mundo Odeia o Chris. Eu começo: Chris passando mal com a jaqueta de couro”, publicou a plataforma.

A série é baseada na juventude do comediante de Chris Rock, criador e produtor executivo da produção. A história relata a vida de Chris (Tyler James Williams), um adolescente que cresce no Brooklyn na década de 1980. Ele precisa resolver os problemas da sua adolescência e também lidar com a sua família “diferentona”, que tem seu pai Julius (Terry Crews), sua mãe Rochelle (Tichina Arnold) e seus irmãos Drew (Tequan Richmond) e Tonya (Imani Hakim).

Todo Mundo Odeia o Chris e seu sucesso

Todo Mundo Odeia o Chris é um dos maiores sucessos da TV americana e conquistou uma legião de fãs no Brasil. A produção criou bordões e é tratada com carinho pelos telespectadores. Seu lançamento aconteceu em 2005 na TV americana e chegou ao Brasil no final da década passada.

A atração conquistou os telespectadores brasileiros e chegou a marcar 10 pontos de pico em 2010. Em 2017, o canal resolveu tirar o seriado da programação, mas trouxe de volta a grade em janeiro do ano passado. Agora a série faz parte dos catálogos do Globoplay e Amazon Prime Video, além de passar no Comedy Central.

Mais Notícias