Tarefa árdua

Com Pantanal, novela das nove da Globo volta a triturar concorrentes e faz vítimas

Pantanal vem fazendo adversários sofrerem; novas apostas se dão mal no Ibope


Personagens de Pantanal em foto montagem
Concorrer com Pantanal virou suicídio para concorrentes - Foto: Divulgação/TV Globo
Por Thiago Forato

Publicado em 08/06/2022 às 06:01:00,
atualizado em 08/06/2022 às 10:59:25

Sem um grande sucesso há anos na faixa das 21h, Pantanal estreou em março e vem se mantendo acima dos 30 pontos na Grande SP. De quebra, vem anulando as emissoras concorrentes que vêm fazendo novas apostas no horário, como a Record que vê a reapresentação de Amor sem Igual (2019) derrubar a audiência e o TV Fama, que estreou novo formato na última segunda-feira (6) mas deu traço: 0,3.

Contra o principal produto da Globo, o SBT ainda tem um porgrama consolidado que perdura há oito meses: a reapresentação de Carinha de Anjo (2016-2018). A novela vem mantendo uma audiência respeitável entre 5 e 6 pontos na capital paulista. Na média geral, por enquanto, está com 6,6, algo que nenhum concorrente consegue. Sem substituta definida - se é que haverá -, o canal sabe que manter esses números não será tarefa fácil.

A Record, que surfou na onda de fracassos da Globo durante a pandemia às 21h30, agora encontrou dificuldades para tentar emplacar. Amor sem Igual acumula uma média de 4,3 pontos nessas três semanas e não conseguiu manter os 6,5 pontos da reapresentação de Jesus (2014), série transmitida entre março e maio.

O canal vinha acumulando reprises com bom desempenho na faixa. No início de 2021, por exemplo, optou pela reapresentação de Topíssima e conseguiu uma audiência de 7,5 pontos. A trama chegou a cravar 11 pontos de média. Esteve entre janeiro e agosto no ar. A sucessora, Quando Chama o Coração, série canadense, também não fez feio e deu até mais: 8,1 nos seus 90 capítulos exibidos.

Enfrentando produções pouco exitosas na Globo, principalmente Um Lugar ao Sol (2021-2022), a Record ainda conseguiu emplacar A Bíblia, um compilado de Os Dez Mandamentos (2015), A Terra Prometida (2016) e Gênesis (2021), conseguindo atingir 8,9 pontos na média geral. Posteriormente sim veio Jesus e desde 16 de maio, Amor sem Igual.

RedeTV! também investe contra Pantanal e se dá mal

imagem-texto

Com Pantanal triturando seus novos concorrentes, a RedeTV! vem tentando oferecer uma nova opção ao público, mas que até agora não surtiu efeito nenhum. O novo TV Fama estreou na última segunda e não conseguiu sair do traço de audiência, registrando somente 0,3, índice até menor que o registrado nas semanas anteriores.

A Band desde janeiro aposta em Faustão. Se nos seus primeiros dois meses enfrentava também uma novela mais frágil na Globo, agora, assim como os outros, sente na pele o sucesso de uma novela de sua ex-emissora. O programa perde a audiência herdada do Jornal na Band, mas mantém bons números para os padrões da emissora: em maio, fechou com 3,4.

A má notícia é que Pantanal tem previsão de término somente para outubro, todo um inverno pela frente e uma propaganda boca a boca extremamente positivo. A expectativa é que a adaptação de Bruno Luperi do texto original de Benedito Ruy Barbosa continue batendo recordes de audiência. A média geral do folhetim até o momento é de 28,8, e o viés é de alta. Seu melhor desempenho foi em 25 de maio, quando alcançou 32,8.


Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias