Reportar erro
Marco

70 anos das novelas no Brasil: Diretor detido, beijo de língua em Sônia Braga e palestra de Alcione

Alguns bastidores são tão interessantes quanto as cenas das produções

Montagem de fotos de Jayme Monjardim e Alcione
Jayme Monjardim e Alcione geraram curiosidades nos bastidores das novelas - João Cotta e Ronald Santos Cruz/TV Globo
Jéssica Alexandrino

Publicado em 21/12/2021 às 05:41:00

Nesta terça-feira (21), as telenovelas completam 70 anos no Brasil. Uma das paixões nacionais, as tramas divertem, emocionam e fazem o país parar para ver quem matou o vilão ou com quem a mocinha vai se casar. Porém, com tantas histórias, saber tudo o que rola nos bastidores das novelas fica difícil até mesmo para os fãs mais dedicados. Em América (2005), por exemplo, Jayme Monjardim passou por um intensivão bem real para saber como as autoridades norte-americanas tratam os estrangeiros "suspeitos". Já em Terra Nostra (1999), Ana Paula Arósio precisou abusar da maquiagem e não foi por vaidade.

Confira cinco curiosidades das novelas brasileiras:

70 anos das novelas no Brasil: Diretor detido, beijo de língua em Sônia Braga e palestra de Alcione
Roberto Carlos avaliou os dons de Fábio Jr. em O Amor É Nosso (1981) - Reprodução/TV Globo

Roberto Carlos ensinou Fábio Jr. a cantar

O Amor É Nosso (1981) não foi um sucesso de audiência, mas uma das tentativas que a Globo usou para tentar salvar a trama de Roberto Freire e Wilson Aguiar Filho foi bem interessante. Roberto Carlos fez uma participação na novela para ensinar o protagonista Pedro, vivido por Fábio Jr. no auge de sua juventude, a cantar. Na época, o rei da música brasileira era casado com Myrian Rios, que interpretava Nina no folhetim.

Durante sua participação na novela, Roberto ouviu o personagem de Fábio Jr. cantar Hei, Cara, canção lançada pelo pai do Fiuk no mesmo ano em que a trama foi ao ar. O veterano deu algumas dicas para o então novato. "A letra é boa. A música que pode ser melhorada, né? A música não está como deveria ser", criticou o capixaba.

Querendo a aprovação do ídolo, Pedro perguntou se estava cantando bem e recebeu uma resposta positiva do cantor. "O canto tá legal. Naturalmente, você foi prejudicado pelo nervosismo, essas coisas. Mas dá pra entender que você canta legal. Vai firme que dá certo", incentivou Roberto.

70 anos das novelas no Brasil: Diretor detido, beijo de língua em Sônia Braga e palestra de Alcione
Ana Paula Arósio deu vida à Giuliana em Terra Nostra (1999) - Divulgação/TV Globo

Ana Paula Arósio precisava parecer pálida

Terra Nostra (1999) recebeu grandes investimentos por parte da TV Globo para que as cenas que mostravam os imigrantes italianos rumo ao Brasil passassem a maior veracidade possível. Mas engana-se quem pensa que os gastos foram somente com navios e figurantes. Na lista de despesas, a emissora dos Marinho precisou incluir bastante maquiagem.

Para parecer pálida, Ana Paula Arósio usava três potes de base por semana. A atriz era a protagonista da novela de Benedito Ruy Barbosa e interpretava Giuliana, jovem da Itália que imigrou para o Brasil com a família. Porém, ainda na viagem, seus pais morrem infectados pela peste negra.

A novela foi uma das mais vendidas no exterior, tendo sido exibida em mais de 95 países. Terra Nostra também passou no Vale A Pena Ver de Novo em 2004.

70 anos das novelas no Brasil: Diretor detido, beijo de língua em Sônia Braga e palestra de Alcione
Alcione é maranhense, assim como Preta (Taís Araújo), protagonista de Da Cor do Pecado (2004) - Raquel Cunha e Gianne Carvalho/TV Globo

Alcione deu palestra para elenco

Da Cor do Pecado (2004) marcou a estreia de João Emanuel Carneiro como autor de telenovelas e se destacou por apresentar a primeira protagonista negra de uma trama contemporânea e urbana. Preta, interpretada por Taís Araújo, vendia ervas em uma barraca com a mãe, em São Luís, capital do Maranhão.

Antes da estreia da novela, o elenco participou de palestras sobre a cultura da região maranhense, uma delas ministrada pela cantora Alcione. Nascida no Maranhão, ela chegou a preparar alguns dos pratos típicos de sua terra natal para ilustrar o evento. A artista também teve uma música, Você Me Vira a Cabeça, na trilha sonora de Da Cor do Pecado.

A equipe do folhetim passou um mês no estado nordestino gravando cenas da produção. Foram feitas gravações nas ruínas da cidade histórica de Alcântara, na Praia Ponta d’Areia, nos Lençóis Maranhenses e em São Luís.

70 anos das novelas no Brasil: Diretor detido, beijo de língua em Sônia Braga e palestra de Alcione
Jayma Monjardim nos bastidores das gravações de América (2005) - Divulgação/TV Globo

Diretor de América foi detido na fronteira dos EUA

América (2005) fala sobre o que muitos brasileiros passam ao tentar atravessar a fronteira do México para viver ilegalmente nos Estados Unidos. Sol (Deborah Secco), a protagonista da novela de Glória Perez, tinha o sonho de morar no país norte-americano porque imaginava que lá teria uma vida melhor.

Porém, o que a autora da novela não planejava era oferecer um treinamento real para sua equipe. Durante a fase de pesquisas da novela, o diretor Jayme Monjardim, o ator Thiago Lacerda e uma produtora foram detidos por policiais americanos por estarem gravando imagens do posto de fronteira entre as cidades de El Paso, no estado americano do Texas, e Juarez, no México.

Os três sentiram na pele o tratamento dado pela polícia americana aos estrangeiros considerados suspeitos na fronteira dos dois países e só foram liberados após seis horas.

70 anos das novelas no Brasil: Diretor detido, beijo de língua em Sônia Braga e palestra de Alcione
Antonio Fagundes e Sonia Braga faziam par romântico em Dancin' Days - Reprodução/TV Globo

Antonio Fagundes só deu um beijo de língua na carreira

Um dos maiores galãs da história das telenovelas brasileiras, Antonio Fagundes já deve ter perdido a conta de quantos beijos deu em cena. Porém, o veterano garante que beijo técnico existe. "Eu particularmente sempre beijei tecnicamente", afirmou, durante uma entrevista ao programa Altas Horas, em 2018.

A plateia da atração de Serginho Groisman não acreditou muito na declaração do ator, mas ele insistiu que era verdade. "Se quer beijar mesmo, melhor fora do trabalho, viu? Ali tem muita gente olhando", avisou.

O carioca confessou que deu apenas um beijo de língua de verdade na TV. Foi em Sônia Braga, durante a novela Dancin’ Days (1978). De acordo com ele, todos os outros foram técnicos. Na trama de Gilberto Braga, eles interpretavam Cacá e Júlia.



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias