Reportar erro
Estreia na segunda!

Denise Fraga frequentou A.A para viver cantora alcóolatra em Um Lugar ao Sol

Atriz interpreta mãe de Felipe (Gabriel Leone) e se afastará do filho por conta do vício: "Tenta manter o otimismo"

Denise Fraga caracterizada como Júlia , com os cabelos soltos e cacheados, em fotos de divulgação de Um Lugar ao Sol
Em Um Lugar ao Sol, Denise Fraga interpreta a cantora fracassada Júlia, viciada em álcool
Marcela Ribeiro

Publicado em 06/11/2021 às 07:01:00,
atualizado em 06/11/2021 às 14:19:18


Após 25 anos, Denise Fraga está de volta às novelas! E ela retorna com um papel que, apesar de uma carga dramática por ser uma personagem com problemas com vício, também terá cenas cômicas em Um Lugar ao Sol, novela das nove, que estreia na segunda-feira (8) na Globo. "O personagem é lindo, porque além de tudo tenta manter um otimismo, tenta manter a alegria, de toda a maneira falar que está tudo bem. Com isso, ela tem humor, tragédia melancólica", conta ela.

Júlia é uma cantora de meia-idade fracassada, viciada em álcool e mãe de Felipe (Gabriel Leone). O relacionamento dos dois, ao que tudo indica será afetado por conta do vício da personagem.

"A característica do alcoolismo é tão forte que você fala, vou fazer uma alcóolatra na novela, na verdade uma alcoólica, como aprendi a falar no A.A (álcoolicos anônimos), fui nas reuniões, uma coisa incrível da novela é as pessoas conhecerem esse trabalho do AA. A personagem tem outras camadas, sem ser o problema da adicção que tirou delas coisas preciosas como o contato que ela teve com o filho".

Denise Fraga diz que Júlia dá voz a muita gente

Durante a coletiva virtual da novela novela de Lícia Mazo, a primeira das nove inédita da Globo após a pandemia, Denise conta que Júlia tenta ser otimismo mesmo diante de todas as dificuldades enfrentadas.

"A trama da Júlia dá voz a muita gente. Entender o problema da adicção como uma doença e a solidão que envolve tudo isso. Ela Tenta de toda maneira falar que está tudo bem, e nisso ela se enfia em enrascadas... O bonito desta personagem é a relação dela com a arte, com a música, com querer acreditar aos 50 e tantos anos que ela ainda vai dar certo".

A autora comenta sobre a importância de se tratar de temas atuais da dramaturgia. "A adicção acontece quando você está num mundo desequilibrado. Na procura por um lugar ao sol, se você tem possibilidades, recursos, ferramentas, isso já é um facilitador humano, mas infelizmente muitos de nós não têm", explica.

Longe das novelas desde os anos 90, ela aturou em Éramos Seis (1994), do SBT e em Sangue do Meu Sangue (1995),fez séries e gravou uma participação em um capítulo de Uga Uga (2000) na Globo e explica por que ficou tanto tempo longa da teledramaturgia.

“Os convites para novelas chegaram com as temporadas de teatro que eu estava em turnê. Eu e Lícia tínhamos um namoro de outra hora, que agora deu certo. Ainda bem que deu certo com essa turma, com esse elenco, com o Maurício e com a Lícia“, justificou.

Escrita por Lícia Manzo, a novela gira em torno da história dos irmãos gêmeos Christian e Christofer (Cauã Reymond), que após ser adotado se chamará Renato. Além disso, um irmão assume a identidade do outro após sua morte, o que inclui um relacionamento com Bárbara (Alinne Moraes) e o amor por Lara (Andréia Horta) deixado para trás, com muitos dramas envolvendo vários personagens.  Todos os capítulos já foram gravados antes da estreia.



Participe do nosso grupo no Facebook

Um canal aberto entre o NaTelinha e o internauta, para debate sobre os assuntos da televisão, bastidores, novelas, reality, famosos, audiências, análises e muito mais. Participe!

Participar
Mais Notícias