Reportar erro
Relembre

De ator esfaqueado a surto de dengue: O Clone e seus bastidores

Novela vai substituir Ti Ti Ti no Vale a Pena Ver de Novo

Giovanna Antonelli na novela O Clone
Giovanna Antonelli foi protagonista de O Clone - Foto: Reprodução/Globo
Redação NT

Publicado em 05/09/2021 às 12:19:00,
atualizado em 05/09/2021 às 12:38:38

O Clone (2001-2002) será a novela que vai substituir Ti Ti Ti (2010-2011) no Vale a Pena Ver de Novo. O folhetim de Glória Perez foi um verdadeiro fenômeno na sua exibição original e criou tendências em todo país. Além disso, alavancou a audiência da Globo na época, mesmo enfrentando o furacão Casa dos Artistas.

Mas a trajetória da produção não foi apenas de glória. Ocorreram transtornos e a autora e o diretor Jayme Monjardim tiveram que encontrar soluções para seguir com as gravações. Relembre os momentos mais tensos que aconteceram nos bastidores da trama das 21h.

Confira:

Atrito com diretora

De ator esfaqueado a surto de dengue: O Clone e seus bastidores

Inicialmente, O Clone teria a direção de Denise Saraceni, mas ela não gostou do tema central do folhetim, que era sobre a cultura muçulmana. Na época, surgiram informações que a diretora também tinha atritos com Glória Perez, que demonstrava discordâncias sobre os caminhos da produção.

Por conta disso, Denise optou por se retirar do projeto e seguir em outros trabalhos. Glória então apresentou o projeto para Luiz Fernando Carvalho. Ele leu a sinopse, mas não conseguiu se encaixar com o texto dinâmico da autora e resolveu não prosseguir na trama.

Então Jayme Monjardim aceitou o desafio. “Me apaixonei na mesma hora e ainda estou apaixonado. Quem tinha que fazer a novela, fez. Acredito muito nessa coisa do destino”, comemorou o diretor. “Não lamento a ausência de ninguém. O Jayme diz e eu acredito piamente que Alá interferiu na escalação deste elenco”, acrescentou Glória.

Coincidência ou não, as escolhas dos atores também foram cercadas de confusões. Inicialmente, Letícia Spiller faria a personagem Jade. Só que ela recusou e foi punida pela Globo, pois era o segundo papel que abriu mão para se dedicar ao teatro. Ana Paula Arósio foi chamada para ser substituta, mas também não aceitou.

Glória Perez e Jayme, então, decidiram dar uma oportunidade para Giovanna Antonelli, que tinha feito muito sucesso como Capitu em Laços de Família (2000-2001).

Facada

De ator esfaqueado a surto de dengue: O Clone e seus bastidores

O ator Haylton Farias interpretava o psicanalista de Lobato (Osmar Prado), mas precisou sair do folhetim depois de uma briga que ocorreu em 5 de maio de 2002, em Botafogo, no Rio de Janeiro. Ele acabou sendo esfaqueado e precisou ficar um período internado.

Tudo isso aconteceu por causa do ataque de um vizinho. Ele estava muito irritado com a movimentação no apartamento do ator. O acusado era psicólogo e trabalhava no imóvel ao lado do artista. Com o clima tenso, eles se encontraram na portaria do prédio e a confusão ficou descontrolada.

A briga foi parar na calçada e o vizinho de Haylton deu um golpe com um canivete nele. O ator precisou ser levado para o hospital e ficou em estado grave, tendo que passar por uma cirurgia. Por conta disso, precisou ser retirado de O Clone para poder se recuperar.

No ano seguinte, esteve novamente no ar, mas agora em Malhação. Recuperado, trabalhou em Alma Gêmea (2005-2006), O Profeta (2006-2007), Páginas da Vida (2006-2007), Pé na Jaca (2006-2007) e Paraíso Tropical (2007). Nos anos seguintes, esteve em projetos teatrais.

Dengue

De ator esfaqueado a surto de dengue: O Clone e seus bastidores

Entre 2001 e 2002, o brasileiro se assustou com o surto de dengue que atingiu vários cantos do país. E o mosquito fez vítimas na novela O Clone. Reginaldo Faria, Elisângela, Marcello Novaes e Stênio Garcia foram atingidos e precisaram ficar longe das gravações por um tempo. O caso mais preocupante acabou sendo Stênio, que teve dengue hemorrágica.

A produção era um grande sucesso no Brasil e Glória Perez decidiu fazer um merchan social sobre o tema. A autora fez com que Khadija (Carla Diaz), filha da protagonista Jade (Giovanna Antonelli), contraísse a doença, preocupando todos os personagens do núcleo central.

Em outro momento, Dona Jura (Solange Couto) chama o funcionário Basília (Silvio Guindane) e ordena que ele troque a água das plantas. Ela explica que é para evitar que o mosquito da dengue colocasse ovos nos vasos.

Débora Falabella doente

De ator esfaqueado a surto de dengue: O Clone e seus bastidores

Em abril de 2002, Débora Falabella estava vivendo um grande momento ao interpretar a personagem Mel. Só que precisou ficar longe da televisão por conta de uma meningite, tendo que ficar internada em um hospital do Rio de Janeiro por alguns dias. Ela recebe autorização dos médicos para gravar algumas cenas no hospital.

Glória Perez fez com que Mel tivesse uma overdose de drogas e levou outros personagens até o local para filmar. Já outras cenas da produção com a personagem foram gravadas pela irmã mais velha da atriz, Cinthia Falabella.

Jayme ainda pediu que Débora gravasse algumas falas em off, assim poderia utilizar sem a necessidade da imagem dela. Um exemplo foram as conversas com outros personagens, enquanto uma dublê ficava debaixo das cobertas.

Casal protagonista

De ator esfaqueado a surto de dengue: O Clone e seus bastidores

Durante O Clone, Murilo Benício e Giovanna Antonelli emplacaram um romance e acabou sendo o casal mais badalado do Brasil. Isto porque o público torcia muito para que Jade ficasse com Lucas no final.

No mesmo ano, eles foram morar juntos e seguiram lado a lado até janeiro de 2004. Neste período, tiveram um filho, o Pietro.



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias