Reportar erro
Levantamento

Mesmo em baixa, A Vida da Gente supera sete novelas do horário no Ibope

Reprise vem se segurando em má fase da programação da Globo

Cena de A Vida da Gente com Manu flagrando Ana beijando Rodrigo
Novela A Vida da Gente vem em baixa no Ibope - Foto: Reprodução/Globoplay
Daniel César

Publicado em 11/06/2021 às 04:37:00

A reprise de A Vida da Gente não vem apresentando números altos na faixa das 18h da Globo, mas passa longe de ser um fracasso ao se observar os números e outras tramas apresentadas no horário. Ao se considerar que a emissora carioca vive um momento de baixa em toda as faixas de dramaturgia, a novela de Lícia Manzo, protagonizada por Fernanda Vasconcellos, Marjorie Estiano e Rafael Cardoso vem se segurando bem ao superar sete produções inéditas exibidas às seis da tarde.

Levantamento realizado pelo NaTelinha mostra que, em 87 capítulos, a edição especial da história de Ana, Manu e Rodrigo acumula média de 19,8 pontos, pouco abaixo dos 20,2 alcançados por Flor do Caribe (2020), mas superior à média da reprise de Novo Mundo (2020), que ficou com 19,2. Mesmo com a audiência em baixa, ainda que num momento marcante da trama em que as irmãs rompem após uma flagrar a outra beijando o marido dela.

Em um momento em que somente a faixa das 19h está exibindo trama inédita, a Globo vem atingindo uma audiência abaixo da expectativa  em todos os horários, inclusive com o Vale a Pena Ver de Novo  marcando médias muito aquém do que vinha registrando antes da estreia de Ti-Ti-Ti, o que acabou ajudando a derrubar o desempenho de Malhação, que vem entregando em baixa para a reapresentação da novela das 18h.

A Vida da Gente vem se segurando e a média parcial da edição especial, prevista para terminar em agosto, quando deverá finalmente estrear Nos Tempos do Imperador, inclusive com índices superiores ao de outras novelas que ocuparam o horário das 18h e a curiosidade é que ela vem dando mais Ibope que trama inéditas de anos anteriores.

O levantamento indica que a reprise do folhetim de 2011 está com média superior ao de sete novelas das 18h horas inéditas. A mais recente delas é Espelho da Vida (2018), que terminou com 17,8, ou seja, dois pontos abaixo do índice atual de A Vida da Gente. A novela também vem marcando maior desempenho que Boogie Oogie (2014), que fechou com 17,4, Meu Pedacinho de Chão (2014), 17,8, Sete Vidas 2015), 19,4, Joia Rara (2013), que acabou com média geral de 18,4 pontos e Lado a Lado (2012), 18,2. A produção ainda está empatada com Além do Tempo (2015), que terminou com 19,8 de média-geral. Os dados são da Kantar Ibope e referentes à grande São Paulo e obtidos pelo NaTelinha junto à fontes do mercado.

A Vida da Gente na primeira exibição na Globo

Mesmo em baixa, A Vida da Gente supera sete novelas do horário no Ibope

A reprise da novela das 18h está exatamente dois pontos abaixo da média geral que obteve durante sua primeira exibição, em 2011, quando terminou com 21,8, mas com a diferença que, naquela ocasião, reta final estava em curva ascendente, enquanto neste momento enfrenta números inferiores ao que registrou no início, também por conta das dificuldades da Globo em entregar números mais altos.

A novela é a terceira reprise consecutiva da faixa das 18h por conta da pandemia do coronavírus e que suspendeu as gravações das novelas em todos os horários. Mesmo que Nos Tempos do Imperador estivesse prestes a estrear, a emissora carioca optou por suspender o início da história e levou ao ar Novo Mundo e Flor do Caribe.



Mais Notícias