Reportar erro
Em breve

Globo define início das gravações de Pantanal; saiba quando

Pantanal terá nova versão em 2022

Alanis sorrindo em Malhação
Alanis é cotada para ser a Juma - Foto: Divulgação
Redação NT

Publicado em 11/06/2021 às 10:49:00,
atualizado em 11/06/2021 às 10:53:26

A Globo, que planejava estrear Pantanal ainda em 2021 e adiou devido a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), agora decidiu que as gravações do remake que fez sucesso na Manchete em 1990 começará a ser gravada em julho, segundo informações do colunista Flávio Ricco, do R7.

A informação é que o elenco está praticamente fechado, ainda que nova Juma Marruá, que coube a Cristiana Oliveira há 31 anos, não tenha sido confirmado. A expectativa é que Alanis Guillen seja a aposta da direção para a versão de 2022.

A ideia é que os trabalhos comecem em julho e só depois de alguns meses a equipe utilizará locações em Aquidauana, Miranda e Corumbá. A mesma Fazenda Rio Negro, utilizada em 90, foi escolhida para hospedar atores e equipe. Pantanal vai ao ar depois de Um Lugar ao Sol. No cronograma atual, no primeiro semestre do ano que vem.

Um dos nomes do elenco é o de Caco Ciocler, que Patrícia Kogut, do O Globo divulgou nesta sexta-feira. Ele interpretará Dr. Gustavo, personagem que foi de José de Abreu há três décadas. 

A nova versão de Pantanal

O nome de Alanis já circulava como a favorita para o papel desde o início de janeiro, conforme havia antecipado o NaTelinha com exclusividade e foi confirmado na última quarta-feira (24) pelo jornalista Flávio Ricco. Mas ela não foi a primeira a ser pensada para o papel e o Plano A de Rogério Gomes, o Papinha, diretor da novela e também de Bruno Luperi, o autor, era ninguém menos que Bruna Marquezine.

Segundo apurou o NaTelinha, mesmo com a atriz fora da emissora e já de contrato fechado com a Netflix para a série Maldivas, ao lado de Manu Gavassi e Sheron Menezzes, Bruna chegou a ser procurada pela produção da novela para negociar a possibilidade de um contrato específico para protagonizar o remake. Mesmo ouvindo todos os detalhes, ela, no entanto, preferiu permanecer no streaming e agradeceu delicadamente, declinando da oferta. Embora tentada, Bruna alegou que não conseguiria manter seus compromissos gravando por tanto tempo na região pantaneira, como exigia o papel. Se ela tivesse aceitado, seria mais um capítulo na guerra fria entre Globo e Netflix

Diante da negativa, todos os olhos se voltaram para Alanis Guillen, mas ainda havia receio por parte de Papinha e de Bruno por conta do tom claro de pele dela e também dos olhos, muito distantes de uma pessoa comum da região do Pantanal. Como os testes foram os melhores entre todas as atrizes, o caso foi levado a Ricardo Waddington, depois do próprio Benedito Ruy Barbosa, autor do projeto em 1990 na Manchete, ter concordado que a escolha seria a melhor.

Mais Notícias