Reportar erro
Exclusivo

Por que a Globo vai reprisar A Vida da Gente e não voltará com inédita no horário

Emissora precisou de mais tempo para estrear Nos Tempos do Imperador

Cena de A Vida da Gente com Manu abraçada a Ana, que está em coma
A Vida da Gente volta ao ar na Globo a partir desta segunda-feira (1º) - Foto: Reprodução/Globoplay
Daniel César

Publicado em 28/02/2021 às 08:13:12

A Globo anunciou há mais de um mês que reprisaria mais uma novela na faixa das 18h depois do final de Flor do Caribe. A escolha de A Vida da Gente para o horário acabou chamando atenção por transformar-se em exceção no catálogo de dramaturgia da emissora, uma vez que optou por voltar com as produções inéditas às 19h e às 21h, com Salve-se Quem Puder e de Amor de Mãe, respectivamente.

Segundo apurou o NaTelinha, a decisão foi técnica e passou pelo fato da próxima trama das seis ser de época e complicada em termos de produção. Nos Tempos do Imperador, uma espécie de continuação de Novo Mundo (2017), é considerada muito complexa para gravações por conta de figurino e cenografia, o que deixou o ritmo ainda mais lento devido aos protocolos sanitários estabelecidos pela cúpula do canal para os Estúdios Globo.

À reportagem, um funcionário que trabalha diretamente na produção afirmou que o ritmo de gravação está tão lento que vem sendo encerrado metade do que é necessário a cada nova semana. Normalmente, para uma novela permanecer no ar é preciso que se grave, em média, de cinco a seis capítulos semanalmente e, assim, manter uma frente de gravações confortável, já que a história entra no ar com pelo menos 25 capítulos concluídos.

Nos Tempos do Imperador já contava com os quatro blocos semanais prontos, uma vez que a trama estava prestes a ocupar a faixa quando a Globo suspendeu todas as produções inéditas por causa da quarentena imposta pelo coronavírus e que até afetou os salários dos elencos. Por conta de maquiagem, cenografia e figurino, no entanto, a novela de Thereza Falcão e Alessandro Marson foi a última a voltar para os estúdios a fim de evitar a contaminação do vírus, tendo retornado, aos poucos, a partir de novembro do ano passado.

Fontes garantem que a produção vem concluindo, em média, três capítulos semanais e há ocasiões que apenas dois capítulos são terminados dentro de um bloco da semana. O NaTelinha confirmou que a novela terminará o mês de fevereiro com menos de 60 capítulos prontos para serem exibidos, considerando os 25 que já estavam preparados antes da pandemia começar.

Nos Tempos do Imperador não tinha frente

Por que a Globo vai reprisar A Vida da Gente e não voltará com inédita no horário

A cúpula da Globo - leia-se Ricardo Waddington, chefe de entretenimento, e José Luiz Villamarim, diretor de dramaturgia - optou por escalar uma nova reprise ao perceber que havia o risco real de não ter capítulos para se colocar no ar quando a novela estivesse chegando no capítulo 100. Ao fazer o cronograma de gravações e o risco de a pandemia obrigar a parar tudo novamente, o martelo foi batido de que seria necessária outra reprise na faixa.

Como o NaTelinha antecipou, diante deste cenário, caso a pandemia não feche os Estúdios Globo novamente, a tendência é de que, quando entrar, Nos Tempos do Imperador deverá estar totalmente gravada e inaugurar uma nova era na emissora: a de novelas produzidas como obras fechadas. Embora a situação tenha sido feita pela necessidade, pode funcionar como teste para um futuro próximo, já que deixaria os custos menores.

Por que outras faixas não tiveram risco?

Por que a Globo vai reprisar A Vida da Gente e não voltará com inédita no horário

Já os horários das 19h e das 21h a decisão também foi técnica, mas muito mais simples por uma eventualidade que a faixa das 18h não conta: as retas finais de Salve-se Quem Puder e de Amor de Mãe. Como as duas produções ainda contam com 50 e 23 capítulos, respectativamente, para terminarem suas histórias, a Globo pôde decidir sem grande risco pelos retornos.

Como as duas produções voltaram para os estúdios em meados de setembro, não foi difícil para os trabalhos serem encerrados - entre dezembro e janeiro. Com isso, todos os capítulos já estão prontos para entrarem no ar nos dois casos e não existe nenhum risco de colapso em caso de agravamento da pandemia. E, com a estratégia adotada de exibir a íntegra de Salve-se Quem Puder, por problemas de roteiro da substituta Quanto Mais Vida Melhor e as duas semanas de resumo de Amor de Mãe, a vida das próximas a ocuparem as faixas ficou facilitada.

Neste cenário, Salve-se Quem Puder deverá permanecer no ar até meados de julho e Amor de Mãe não terminará antes do meio de abril, o que garantiu pelo menos um mês para Um Lugar ao Sol adiantar as gravações e tempo suficiente para que Quanto Mais Vida Melhor praticamente encerre os trabalhos. A direção da Globo avalia que os riscos de ser necessário nova reprise em alguma das faixas após o fim da segunda temporada de cada uma das tramas que retornarão em março é bastante baixo.

Mais Notícias