Reportar erro
Exclusivo

Com Órfãos da Terra indicada ao Emmy, Alice Wegmann defende vilã: "Todos sentimos inveja"

Atriz comemorou indicação ao prêmio internacional e falou sobre a quarentena

Alice Wegmann caracterizada como Dalila de Órfãos da Terra
Alice Wegmann comentou indicação de Órfãos da Terra ao Emmy Internacional - Foto: Divulgação
Daniel César, com Naian Lucas

Publicado em 30/10/2020 às 05:49:00

Alice Wegmann foi uma espécie de protagonista na dramaturgia brasileira em 2019 ao interpretar Dalila na novela Órfãos da Terra. Um ano depois, a trama de Duca Rachid e Thelma Guedes garantiu a volta do Brasil para o Emmy Internacional na categoria telenovela e é uma das produções com maior número de vendas para o mercado internacional em anos. A atriz falou ao NaTelinha com exclusividade e defendeu a personagem, mesmo com todas as maldades praticadas, e lembrou que a rival Laila (Julia Dalavia) era sobretudo humana.

Questionada pela reportagem sobre as dificuldades de compor uma vilã do patamar de Dalila, que lidava com rivalidade feminina, ao mesmo tempo de estar numa novela importante socialmente falando, afinal tratava de um tema raro na TV, os refugiados. "A Dalila é humana. Todos nós sentimos raiva, inveja, angústia ou somos obsessivos em alguma esfera. O importante é o que fazemos com isso, como conduzimos cada sensação. A Dalila fazia péssimas escolhas e isso afetava diretamente as outras personagens da trama. estar ali no meio dessa história tão sensível foi um grande presente", conta.

E por falar da importância da novela, Wegmann defende que trabalhar em Órfãos da Terra foi um grande aprendizado para a carreira dela e também na própria vida, pois falava de um assunto bastante delicado. "Tantas coisas. Mas a mais bonita foi a valorizar ainda mais o entorno. Li um livro de uma menina refugiada que dizia o quanto ela sentia falta do cheiro de azeite da padaria vizinha, das cores da sua rua, das pessoas que moravam no prédio. A vida é sobre isso", relembra a atriz, que ainda não voltou ao ar desde que o folhetim chegou ao fim.

Alice Wegmann comemora Emmy Internacional

Desde 2017 o Brasil não garantia nenhuma indicação ao Emmy Internacional na categoria telenovela, a última vez havia sido com Totalmente Demais e Velho Chico, mas ambas perderam. A última vitória foi no ano anterior, quando Verdades Secretas destronou A Regra do Jogo e se sagrou a vencedora da competição. Agora, depois de dois anos de fora, o país está representado novamente com Órfãos da Terra.

Na conversa com a reportagem, Alice lembrou como recebeu a notícia da indicação, que saiu no mês de setembro, já durante a pandemia do coronavírus. "Em casa, de quarentena! Descobri lendo o jornal pela internet de manhã, foi uma surpresa tão boa! Eu dei um berro aqui em casa", brinca ela. A cerimônia de premiação do Emmy Internacional acontece no dia 23 de novembro, mas de forma virtual por causa da doença e o Brasil é o maior vencedor da competição na categoria telenovela, já tendo vencido com Caminho das Índias (2009), O Astro (2012), Lado a Lado (2013), Joia Rara (2014), Império (2015) e Verdades Secretas (2016).

Por falar em Emmy Internacional, a intérprete de Dalila não comentou a importância da Globo voltar a premiação na categoria, mas lembrou que aparecer na lista foi importante para mostrar o valor do projeto. "Eu acho que na verdade é só pela confirmação de que esse projeto se comunica sem fronteiras, quebrando muros e fazendo pessoas dos mais variados países se identificarem com essa história, que sobretudo é de amor e empatia", garante.

Alice Wegmann na quarentena

A reportagem também conversou com a atriz a respeito do período de quarentena e ela garante que houve muitas mudanças por conta da pandemia do coronavírus, inclusive por conta da característica básica do brasileiro. "Sim, claro. Nós brasileiros gostamos muito do toque, do abraço, beijo. Eu sei muito da pessoa pelo abraço dela. É difícil demais encontrar as pessoas e não poder ter esse tipo de contato", afirma ela se referindo às mudanças que o mundo vem sofrendo diante da pandemia.

Mas a própria Alice enfrentou um problema durante a quarentena, já que logo no início ela foi diagnosticada com coronavírus e chegou a gravar vídeo em suas redes sociais para falar sobre como é difícil a recuperação. Ela confirmou já estar completamente recuperada e ainda lembrou que, nesta fase, sofreu com outro problema de saúde. "Fiquei com muita dor de cabeça por 2 meses, mas agora já passou. Depois, tive que me recuperar de um tombo feio no qual rompi os ligamentos do tornozelo! Mas agora estou 100%", encerra.

Mais Notícias