Televisa e Amazon preparam série com Gaby Spanic revivendo Paola Bracho

A "queridinha" estará de volta - Divulgação

Publicado em 06/04/2018 às 00:02:09 ,
atualizado em 06/04/2018 às 01:00:14

Por: Eduardo Rangel com Fabrício Falcheti

A novela "A Usurpadora", grande sucesso produzida pela Televisa em 1998 e exibida no Brasil sete vezes pelo SBT, voltará em uma nova versão através da plataforma de vídeos da Amazon.

Recentemente, a empresa americana fechou parceria com a rede mexicana para a produção de séries premium. E justamente uma delas deverá trazer de volta a vilã Paola Bracho, interpretada pela atriz Gabriela Spanic.

O projeto é tratado com muito sigilo, porém, segundo informações obtidas pelo NaTelinha, Gaby já está gravando a série na Cidade do México.

Na tarde desta quinta-feira (5), inclusive, o programa "Hoy", da Televisa, mostrou uma foto em que a atriz aparece vestida como Paola Bracho, e os apresentadores não esconderam o entusiasmo.

Vale lembrar que a vilã morreu em “A Usurpadora”, mas apareceu através do espelho para a irmã Paulina na sequência “Além da Usurpadora”. Assim, os roteiristas precisarão de bastante criatividade para explicar essa volta.

A ideia é que no primeiro episódio da nova série, ela surja em um manicômio.

Durante apuração da reportagem, a própria Gaby Spanic foi ao Instagram e publicou uma outra imagem gravando. "Não posso esperar para contar o que estou fazendo com @amazonmex Eu te amo há tempos meus anjos", escreveu na legenda.

A última atuação da atriz foi em 2014, na novela "Siempre tuya Acapulco", da TV Azteca. Nos últimos tempos, vinha se dedicando mais à carreira de cantora, com passagens pelo Brasil no ano passado.

Inclusive, para o próximo mês de junho já há uma nova visita marcada ao país.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade