Murilo Benício dirigirá série da BBC, mas não está pronto para novelas: "É a arte da frustração"

Adaptação de "Doctor Foster" seria estrelada por ele com a mulher, Débora Falabella

Débora Falabella e Murilo Benício devem estrelar "Doctor Foster"

Publicado em 05/04/2018 às 10:55:56 ,
atualizado em 06/04/2018 às 11:57:53

Por: Thiago Forato com Sandro Nascimento

O ator Murilo Benício vai dirigir sua primeira série. Trata-se de uma adaptação de "Doctor Foster", renomado produto da britânica BBC, que alcança uma média de 10 milhões de espectadores no Reino Unido.

A previsão é que as filmagens comecem no segundo semestre. "Ela [Doctor Foster] fala do humano, das falhas humanas. O momento em que você tem desconfiança, fraquezas universais. Essa série pode ser entendida em qualquer cultura", garantiu Murilo ao NaTelinha, durante entrevista na Rio2C - RioContentMarket, maior evento do mercado audivisual que acontece nesta semana no Rio de Janeiro.

"Tem a ver com duas pessoas que se amam e se casam, e o momento que o casamento não anda tão bem... É muito humana a série. Existe essa coisa inglesa de ser frio, mas é muito humana essa série", explica.

Projeto ainda embrionário no quesito produção, Murilo pouco pode falar de dirigir, mas comemora a chegada de mais produção ao Brasil: "Todo mundo ganha com isso. Abre emprego pra todo mundo. E a gente tem possibilidades de fazer coisas de outros lugares".

Benício conta que não se inspira em ninguém como diretor, justamente porque não tem essa formação. "Tenho formação de ator. É onde eu ganho. Sei o que é estar ali com o ator e trazer o melhor dele", orgulha-se.

A chegada de novas mídias, segundo Murilo, faz a competição ser estimulada: "Se você não tem rival, não tem parâmetro, qualquer coisa que você fizer, tá bom. Quanto mais pessoas vieram pra cá, melhor. É mais emprego pra todo mundo e mais gente lutando pra fazer uma coisa de qualidade, e quem não fizer coisa de qualidade, não vai estar no páreo".


publicidade

Além de dirigir "Doctor Foster", Murilo comandará seu segundo longa em 2018, mas ele admite que está muito cedo para pensar em dirigir uma telenovela: "É... Novela é difícil, né? Novela você faz 30 cenas por dia. Às vezes é a arte da frustração, porque não tem como fazer 30 cenas brilhantes por dia. Das 30, você pega cinco muito boas e se concentra nelas".

"A coisa de dirigir é bom porque costumo respirar como ator. Estou há 21 anos na Globo e fiz milhões de coisas lá. Chega um momento que você perde o fôlego. É difícil não se repetir. E quando voltar, você volta um ator melhor. Quase que inevitável", projeta.

Para Murilo, sua principal qualidade como diretor é a de entender o ator. "Eu gosto muito de ator, porque eu me comunico muito bem com eles. E vejo que temos uma dificuldade... A gente sofre muito disso, às vezes vejo atores que não são ruins, mas que precisa de alguém. Às vezes é um olhar que dá pro outro lado... É muito sutil, é um detalhe. Muita pessoa de qualidade some... Se encontrar um diretor bom que te dirija, graças a Deus, mas se não encontrar, já sabe", disse.

Ele relembra ainda a primeira vez que fez uma cena na Globo: "A primeira vez que fiz uma cena na Globo saí do estúdio tendo certeza que estava na profissão errada. É muito difícil estar num estúdio frio, chega sua fala e ninguém te ajudou direito... Estamos falando de uma profissão que lida com a confiança nas outras pessoas. O ator tem que confiar no diretor e vice-versa".

O plano é também protagonizar "Doctor Foster"ao lado da mulher Débora Falabella. A série será realizada em parceria com a BBC Studios e a Endemol Shine Brasil, mas ainda não tem um canal definido para exibição. A ideia é negociar com a Globo.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade