Reportar erro
Polêmica

Defensoria Pública aciona Ratinho por discriminação homofóbica

Apresentador causou polêmica ao dizer que tem "muito viado" nas novelas da Globo

ratinhopolemicas_08f78954c8ab3384b26895357b80c088274bc6e5.jpeg
Reprodução
Redação NT

Publicado em 08/01/2018 às 11:50:58

A Defensoria Pública de São Paulo entrou com uma representação pedindo que a Secretaria de Justiça e da Defesa da Cidadania do estado instaure um processo administrativo contra Ratinho, após sua declaração na noite da última quarta-feira (3) no Instagram, quando disse que tem "muito viado" nas novelas da Globo.

Segundo informações da colunista Monica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo, a defensoria diz que o termo foi utilizado de maneira pejorativa e pede que a secretaria multe o apresentador por discriminação homofóbica.

Na quinta (4), após toda polêmica que a declaração gerou na web, Ratinho gravou um novo vídeo se explicando: "Ontem eu fiz um comentário sobre gays na novela da Globo e todo mundo comentou, virou viral e esse negócio aí... Mas veja bem, em nenhum momento eu quis ofender nenhum gay, até porque eu trabalho com todos eles e todos eles gostam de mim e eu gosto muito deles... Não tem nada a ver! Eu fiz uma brincadeira! Uma brincadeira! Pra gente brincar na internet... Lamentavelmente algumas pessoas não entenderam assim, mas eu quero mandar um abraço e dizer que eu respeito todo mundo".

Mesmo assim, isso não livrou o apresentador.

"O fato dele ter se retratado não exclui o caráter homofóbico da fala", afirma o defensor público que fez a representação, Rodrigo Leal da Silva.

Na polêmica fala, Ratinho disse: "Estava vendo as novelas da Globo. Temos que olhar a concorrência. Mas a Globo colocou viado até em filme de cangaceiro. Naquele tempo não tinha viado. É muito viado. Não sei o que está acontecendo. Não tem tanto viado assim. Você acha que tinha viado naquele tempo? É muito viado: é viado às seis da tarde, é viado às oito da noite, é viado às nove da noite, é viado às dez da noite, é muito viado. Eu não sei o que está acontecendo, não tem tanto viado assim. Ou tem? Será?".

TAGS:
Mais Notícias