Reportar erro
Jornalismo

Seguindo ordem de Silvio Santos, "SBT Brasil" finge que "Teleton" nem existe

Patrão diz que pauta de comportamento e evento não é notícia

teleton2017_76fb0622fa148106c3e3429129f09c93a8317029.jpeg
Divulgação
Fabrício Falcheti

Publicado em 27/10/2017 às 07:30:44

A ordem dada por Silvio Santos ao departamento de jornalismo do SBT no início do mês continua valendo e vem atingindo em cheio um evento promovido pela própria emissora.

No dia 4 de outubro, o patrão telefonou na redação para reclamar das reportagens que vinham sendo exibidas e proibiu, a partir dali, a produção de pautas consideradas frias, que para ele não são notícia.

Sendo assim, de lá para cá, o "SBT Brasil" não produziu mais nenhuma matéria para falar sobre o "Teleton", maratona beneficente em prol da AACD, que acontece nesta sexta-feira (27) e sábado (28) na sede da emissora em Osasco, na Grande São Paulo.

O veto continua e hoje, horas antes do programa especial começar, o principal telejornal da casa seguirá sem falar nada, como se o "Teleton" nem existisse. Justo quando a maratona completa 20 anos.

Seguindo ordem de Silvio Santos, \"SBT Brasil\" finge que \"Teleton\" nem existe

A ordem de Silvio Santos mexeu com a equipe de jornalismo do SBT e instaurou um clima de tensão na redação.

Contando apenas com pautas factuais, de hard news, nomes como Carolina Aguaidas, da previsão do tempo, Bruno Vicari, de esporte, e Kennedy Alencar, de política, ficaram sem função. Este último, inclusive, pediu demissão e deixou a emissora após ter sua série de reportagens cancelada.

O "SBT Brasil" segue apenas com os âncoras, Rachel Sheherazade, Carlos Nascimento e Joseval Peixoto, que também deve sair no fim do ano.