Reportar erro
Seleção Globo Repórter

Sucesso de jornalismo nas madrugadas do SBT faz Globo reprisar "Globo Repórter"

"Seleção Globo Repórter" reunirá uma coletânea de programas sobre economia, saúde e comportamento dos últimos cinco anos

sergiochapelinglobo_c2ce36d2d6cfac911b9b397f430f3ab161a1e31f.jpeg
Sérgio Chapelin à frente do "Globo Repórter" - Reprodução
Thiago Forato

Publicado em 02/10/2017 às 09:25:50

A Globo reprisará a partir do dia 16 de outubro, reportagens do seu "Globo Repórter" no horário das 4h, antecedendo o "Hora 1".

A exibição do jornalístico substituirá filmes do "Corujão", que aos olhos da emissora, não são tão atrativos, tendo em seu acervo grandes reportagens que possam "esquentar" a sala para o noticiário de Monalisa Perrone e esvaziar o "SBT Notícias".

O "SBT Notícias", aliás, é um exemplo para a própria Globo que esse tipo de conteúdo no horário, ainda que reprisado, dá certo. A emissora de Silvio Santos vem alcançando até 3 pontos no Ibope com matérias reprisadas madrugada adentro e liderando ocasionalmente contra os longas surrados da sessão de filmes do canal carioca.

Intitulado de "Seleção Globo Repórter", a edição reunirá uma coletânea de programas sobre economia, saúde e comportamento dos últimos cinco anos.

Na estreia, a Globo mostrará "Arte como Passaporte", reportagem que faz a emissora concorrer ao Emmy Internacional de Jornalismo em 2017 na categoria Atualidade.

Exibido em junho de 2016, o programa conduzido por Renato Machado mostra como a arte mudou a vida de jovens de comunidades pobres brasileiras, que venceram dificuldades.

A medida também fará com que a Globo economize nos filmes e capriche mais em suas escalações. O "Corujão" exibia até dois filmes por madrugada. A partir do dia 16, só dará tempo de exibir um.

O "Seleção Globo Repórter" estreia dia 16 de outubro, às 4h.