Em família

SBT chega aos 39 anos com sua primeira grande mudança no comando

Saiba como Renata Abravanel, caçula de Silvio Santos, sucederá Guilherme Stoliar, sobrinho do apresentador


Guilherme Stoliar e Renata Abravanel
Guilherme Stoliar e Renata Abravanel (Foto: Montagem/Gabriel Cardoso/SBT)

O SBT comemora 39 anos de sua inauguração nesta quarta-feira (19) em meio a uma das mudanças mais importantes de sua história. Silvio Santos continua como manda-chuva, mas o grupo que leva seu nome terá novo comando. Guilherme Stoliar, sobrinho do apresentador, passou o bastão para Renata Abravanel, a filha "número seis".

O NaTelinha conta os detalhes da transição, a começar pelo adeus de Stoliar, na última terça. O executivo enviou por e-mail uma carta de despedida a todos os funcionários do Grupo Silvio Santos, e foi pessoalmente cumprimentar os colegas na sede do SBT que ajudou a erguer, na via Anhanguera (SP).

Stoliar não imaginou, entretanto, que receberia uma homenagem do Grupo Silvio Santos e das filhas do apresentador no restaurante executivo do SBT, reformado durante a pandemia de coronavírus. O sobrinho do “patrão” ganhou placas e até um exemplar do Troféu Imprensa entregue por Fernando Pelegio, diretor de Planejamento Artístico e Criação, que, como Guilherme, está na empresa desde a juventude.

Guilherme Stoliar começou a trabalhar no grupo do tio aos 15 anos, em 1971, como office boy no Baú da Felicidade. Assumiu a vice-presidência do SBT em 1985, transferiu a emissora da Vila Guilherme (zona norte de São Paulo) para a via Anhanguera, em Osasco e fundou sua própria operadora de TV paga, a TV Alphaville, que controla ao lado de Patricia Abravanel, filha "número 4" de Silvio.

Em sua festa surpresa, passou simbolicamente o comando do Grupo Silvio Santos a Renata Abravanel, a mais tímida das seis filhas do apresentador. Avessa a aparições públicas, não seguiu o lado artístico como as irmãs Silvia, Patricia e Rebeca. Sua discrição parece perfeita para herdar o maior patrimônio do pai, porém a caçula do dono do SBT (tem 35 anos) não é despreparada para sucedê-lo nos negócios.

Renata estudou administração de empresas na Liberty University, nos Estados Unidos, e desde 2010 ocupa o cargo de assessor do presidente do Grupo Silvio Santos. Na prática, ela passou os últimos 10 anos aprendendo com Guilherme Stoliar gerir a empresa do pai.

O sobrinho de Silvio já havia decidido deixar o Grupo Silvio Santos e não ser mais funcionário da empresa da qual participou ativamente no auge (como na expansão do SBT) e no declínio (a fraude de R$ 4,3 bilhões no banco PanAmericano que quase destruiu o patrimônio construído por Silvio desde a década de 1950).

Renata, a nova manda-chuva, não ocupará inicialmente o cargo de presidente. Ela chefiará o Conselho do Grupo Silvio Santos, que definirá os novos rumos da empresa, incluindo a forma de gestão e de tomada de decisões (isto é, se ela mandará sozinha ou dividirá o comando com outros executivos).

Embora tenha se retirado do Grupo Silvio Santos, Guilherme Stoliar continuará ativo na empresa e no SBT, apurou o NaTelinha. Ele receberá um cargo simbólico que será anunciado nos próximos meses. Como sobrinho de Silvio, ainda circulará na emissora, que nada mais é do que a grande casa da família Abravanel.

Mais Notícias