Reportar erro
Revelação da Globo

Filho de Hebe que odiou série tem "história fascinante", diz ator

Caio Horowicz elogiou Marcello Camargo, seu papel na produção global

Caio Horowicz e Andrea Beltrão na série Hebe
Caio Horowicz e Andrea Beltrão na série Hebe (Foto: Marcos Rosa/TV Globo)
Paulo Pacheco

Publicado em 18/08/2020 às 18:46:40

Marcello Camargo, filho de Hebe, tornou público seu descontentamento com a série sobre sua mãe e apontou histórias inverídicas retratadas pela Globo. Já o ator que o interpreta, Caio Horowicz, foi na contramão das críticas e elogiou a trajetória do herdeiro da dama da TV.

"É uma responsabilidade muito grande fazer uma figura que existe. E o Marcello tem uma história fascinante. Desde pequeno, ele viu a mãe sendo uma estrela nacional. Ele tinha referência de ver a Hebe na TV. Imagino o que é você crescer vendo a sua mãe na TV, sendo reconhecida na rua diariamente. Para mim sempre foi interessante pensar nessa figura que amava a mãe e idolatrava, mas que ao mesmo tempo sentia falta de ter mais a mãe em casa", afirma o ator.

Horowicz tinha 16 anos quando Hebe morreu e não pôde acompanhar boa parte da carreira da apresentadora na televisão. Com a série, o ator passou não apenas a conhecê-la, mas também a admirá-la como artista e mulher.

"Eu conhecia a figura Hebe Camargo, mas não sabia a história dela. Eu não sabia a proporção e dimensão que tinha sido essa mulher. Eu sabia que ela tinha sido muito importante para uma certa geração e que durante anos ela foi uma figura de referência na TV, mas não sabia que ela era uma figura pública com tanta opinião e que tinha tanto posicionamento político. A partir desse trabalho, entendi de fato quem foi a Hebe, uma figura contraditória que defendia valores progressistas, mas por outro lado apoiava figuras conservadoras, e era conservadora dentro de casa. Essa contradição me interessou bastante", conta.

Desde a estreia de Hebe na Globo, Marcello Camargo veio a público para desmentir fatos mostrados na série, como a relação da apresentadora com bebida e o casamento conturbado com Lélio Ravagnani.

"Discordo de muita coisa ali. Já falei, ela nunca bebia uísque, não bebia no camarim, nunca bebeu no trabalho, jamais deixava o público esperando, não falava palavrão, nunca jogou microfone no chão", disse o filho de Hebe em áudio publicado em sua rede social.

Fruto do primeiro casamento de Hebe, com o empresário Décio Capuano, Marcello negou que o padrasto, Lélio, era seu "inimigo" e contestou as brigas dele com a mulher

"Ele nunca 'podou' a carreira dela. Pelo contrário, sempre incentivou", acrescentou Marcello, que também justificou o motivo das brigas entre o casal na época. "Fala aí, né, que ela fazia juras de amor para o Lélio como se fosse um conto de fadas e não era nada daquilo. Ela fazia juras de amor porque ela amava ele", contou ao programa Balanço Geral.

Marcello ainda explicou: "Eles ficaram 27 anos juntos! Agora, me diz qual relacionamento é um conto de fadas? Ainda mais de 27 anos, né?". "É claro que tem brigas, tem altos e baixos, tem separações, tem voltas, entendeu?", seguiu falando ele.

TAGS:
Mais Notícias