Crescendo

Globoplay dispara com novelas e fatura quase R$ 150 milhões por mês

Streaming da Globo vem crescendo depois de colocar novelas no catálogo

Globoplay dispara com novelas e fatura quase R$ 150 milhões por mês
Globoplay vem em franco crescimento e faturamento com novelas no catálogo - Foto: Divulgação

Publicado em 05/07/2020 às 06:14:14

Por: Daniel César

A quarentena fez bem ao Globoplay. A plataforma de streaming do Grupo Globo cresceu rapidamente no período de pandemia de coronavírus e vem faturando quase R$ 150 milhões ao mês. Tudo isso foi possível não apenas por causa do isolamento domiciliar, que colocou milhões de brasileiros dentro de casa, mas também por causa da decisão do serviço de colocar novelas icônicas em seu catálogo.

Segundo dados obtidos com exclusividade pelo NaTelinha, em 2020 o Globoplay saltou de 4 milhões para 6,5 milhões de assinantes ao final do primeiro semestre. Como a empresa cobra uma assinatura de R$ 22,90 por mês, a plataforma fatura R$ 148,5 mi ao mês para os cofres do Grupo Globo.

O crescimento de 62% no total de assinantes em seis meses tem uma explicação. A reportagem conversou nos bastidores com dois funcionários do Globoplay e o entendimento interno é que a procura para assinar o serviço se deve a liberação de novelas no catálogo. As fontes afirmaram que, embora a quarentena tenha ajudado, são os títulos icônicos que alavancaram os números.

Desde maio a plataforma de streaming vem inserindo a cada duas semanas uma novela inteira para os assinantes acompanharem. Já foram liberadas A Favorita (2008), Tieta (1989) e Explode Coração (1995), a partir da próxima segunda-feira (06) é a vez de Estrela Guia (2001). Rapidamente essas produções se tornaram as principais procuradas do catálogo e deixaram para trás a programação atual da Globo, superando inclusive as novelas que estão no ar atualmente. Fontes do Globoplay afirmaram que Tieta vem liderando as visualizações, seguida de A Favorita.

Os altos índices de assinatura obtidos graças às novelas fez com que os executivos do Globoplay buscassem o conteúdo original para a plataforma. Se as séries nacionais ainda não pegaram e somente conquistam alguma repercussão quando exibidas na TV aberta, a intenção é fazer o movimento contrário. Já foi confirmado que em 2021 Verdades Secretas 2, a segunda temporada da última novela brasileira vencedora do Emmy Internacional, será exclusiva para a internet. De carona, o streaming negocia e deve garantir também a exclusividade do remake de Pantanal, que será produzida pelas filhas de Benedito Ruy Barbosa, tendo o pai como supervisor, e será mais curta, com 50 capítulos.

Globoplay e Premiere

Como agora a empresa vem implantando o Uma Só Globo, em que o conglomerado se transformou em um único CNPJ, o crescimento do Globoplay serviu de alívio para os executivos porque serviu de desafogo financeiro. Ela foi na contramão de outra plataforma do grupo, o Premiere, que perdeu no período de quarentena, aproximadamente 500 mil assinantes, número que cresceu, mas já era grande ao final do primeiro mês de confinamento.

Levantamento do NaTelinha mostra que o canal de PPV para acompanhar jogos de futebol, suspensos por causa da pandemia, deixou de faturar algo na casa de R$ 45 milhões por mês, o que significa um encolhimento de R$ 135 mi no trimestre de quarentena. Já o Globoplay elevou o faturamento em R$ 57,2 milhões por mês com os novos 2,5 mi de assinantes em 2020, isso representa um aumento de R$ 171,7 milhões nos cofres da Globo no período do coronavírus. Com isso, ao se considerar apenas as duas opções de serviços de assinatura do grupo, o saldo é positivo com pouco mais de R$ 36, 7 mi.

Globoplay e Netflix

Se o crescimento do Globoplay é benéfico financeiramente, ele também aproximou o serviço de seu maior rival no streaming brasileiro, a Netflix. Dados extra oficiais revelam que a a multinacional americana está atualmente com cerca de 17 milhões de assinantes. Embora a plataforma também tenha tido um crescimento exponencial, os dados foram mais tímidos na comparação com o concorrente, ficando na casa dos 21%.

Com isso, se em janeiro a Netflix tinha 3,7 mais assinantes que o Globoplay, a diferença recuou. Ao final do primeiro semestre, a empresa americana segue na liderança com folga, mas agora a diferença entre ela e o serviço do Grupo Globo está em 2,61. Não à toa, a empresa vem planejando, desde o final do ano passado produzir suas próprias novelas.

Outro lado

Com relação à reportagem ‘Globoplay dispara com novas e fatura quase R$ 150 milhões por mês’, o Globoplay informa que o único número correto apresentado no texto do repórter Daniel César é o valor da assinatura do serviço, R$ 22,90.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!