Exclusivo

Premiere perde assinantes e tem rombo milionário com futebol parado

Sem expectativa de volta do futebol, canal pode demitir locutores e comentaristas

Premiere perde assinantes e tem rombo milionário com futebol parado
Premiere teve perda milionária por causa da pandemia do novo coronavírus - Foto: Divulgação

Publicado em 30/04/2020 às 14:15:00

Por: Daniel César

Se a princípio o Premiere não sentiu grande diferença no número de assinantes logo no começo da pandemia do novo coronavírus, com pouco mais de um mês de quarentena, a situação mudou. O canal que exibe as partidas de futebol do Brasil na TV fechada perdeu milhares de contratos e a situação já preocupa a Globo.

Segundo fontes ouvidas pelo NaTelinha nas três principais operadoras de TV por assinatura do Brasil, foram mais de 150 mil assinantes que desistiram do pacote do Premiere no mês de abril, algo em torno de 7,5% do total que beira quase 2 milhões.

A crise provocada pela pandemia do novo coronavírus não afetou imediatamente o canal porque não houve muitos cancelamentos nas primeiras semanas de pandemia.  Porém, logo a situação se inverteu com o agravamento da crise e a ausência de perspectiva para o retorno dos campeonatos.

Isso significa dizer que a Globo perdeu em um mês, cerca de 12 milhões de reais. A média de assinatura é em torno de R$ 80, já que há pacotes de preços diferentes e também considerando promoções que algumas operadoras costumam fazer.

Mas a queda é ainda maior ao se observar a perda de assinantes do Premiere Play. A reportagem apurou que no aplicativo do canal houve saída de cerca de 50 mil assinantes desde o início da crise financeira ocasionada pela Covid-19. Isso representa 15% do total de assinantes, algo em torno dos 330 mil.

Para quem assina o Premiere diretamente pela internet, sem a necessidade de uma operadora de TV, o preço é R$ 79,90, isso significa dizer que a Globo perdeu, em um mês, a bagatela de R$ 3,9 milhões apenas pelo streaming. Somados, a perda de assinantes no cabo e no streaming chegam a cerca de 350 mil e 16 milhões de reais num único mês.

Procurada pelo NaTelinha, a Comunicação da Globo emitiu a seguinte nota: "A Globo está atenta a todos os impactos da pandemia do novo coronavírus no mundo do futebol. O número de assinantes do Premiere é apenas um deles. Mas independente de qualquer oscilação da base de assinantes, a Globo se comprometeu em manter o percentual referente ao Premiere repassado aos clubes”.

Premiere e o coronavírus

Neste cenário de coronavírus, o temor da Globo é de que a perda provoque um rombo gigantesco. Na Europa, fala-se do retorno do futebol apenas para o mês de setembro, ou seja, mais cinco meses sem a exibição de futebol no canal de TV por Assinatura.

A preocupação não se dá apenas pela perda atual dos assinantes, o que já seria grave porque em cinco meses pode representar quase R$ 80 milhões de prejuízo. Mas a queda de receitas deve aumentar ainda mais nas próximas semanas, já que não há previsão para o retorno do futebol. Este cenário desolado pode representar demissão de narradores e comentaristas, além de novo acordo com os clubes.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!