Negociação

Em guerra, Flamengo pode fechar patrocínio milionário com rival do Globoplay

Amazon vê oportunidade de crescer no Brasil, mas conversas paralisaram por conta do coronavírus

Em guerra, Flamengo pode fechar patrocínio milionário com rival do Globoplay
Flamengo e Amazon estão perto de fechar parceria - Foto: Montagem

Publicado em 26/03/2020 às 12:21:00 ,
atualizado em 26/03/2020 às 12:21:08

Por: Redação NT

Amazon tem interesse em se tornar a patrocinadora master do Flamengo, mas as negociações foram paralisadas por causa do novo coronavírus. A empresa aguardará a movimentação dos rumos que a economia mundial tomará para poder finalizar o acordo com o clube carioca.

A expectativa por parte dos diretores do rubro-negro é que a empresa norte-americana pague cerca de R$ 40 milhões por ano, sendo a segunda parceria mais rentável para uma equipe do Brasil, ficando atrás apenas do Palmeiras com a Crefisa.

No dia 10 de março deste ano, o blog do colunista Juca Kfouri, do UOL, compartilhou o texto do jornalista Bruno Maia no qual é explicado que o conflito entre o Flamengo e a Globo se dá por causa dessa possível parceria da entidade esportiva com a Amazon.

A gigante quer aumentar o catálogo da Prime Video, sua plataforma de streaming, com produções brasileiras e enxerga no futebol uma oportunidade para angariar novos assinantes, o que poderia barrar o crescimento do Globoplay.

A guerra entre as duas instituições começou com a saída de João Mesquita do Grupo Globo para se tornar CEO da Prime Video no Brasil. Outra contratação da Amazon foi de Tiago Maranhão, que deixou o SpoTV. A empresa ainda conseguiu lançar um documentário da conquista da seleção brasileira na Copa América no Brasil.

“O tensionamento da relação do Flamengo com o Grupo Globo pode estar, sim, baseado numa confiança do clube de que terá avanço nas negociações com a Amazon”, explicou Bruno.

Procuradas pelo NaTelinha, a Amazon e a Globo não se manifestaram sobre o assunto até a publicação da reportagem. Caso haja retorno, o texto será atualizado.

Flamengo aguarda Amazon

O atual campeão brasileiro e da Taça Libertadores da América também não está com pressa para resolver essa situação, porque não é possível levar a pauta para votação no Conselho Deliberativo, já que não há no estatuto da instituição a realização de reuniões não presenciais e o contrato de um patrocinador precisa ter aprovação dos conselheiros.

O contrato com a BS2, atual principal patrocinadora do Flamengo, termina no fim de 2020, ou seja, o rubro-negro entende que tem condição de aguardar o fim da crise para encerrar a negociação, como noticiou o portal de notícias da Globo nesta quinta-feira (26).




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!