Reportar erro
Negociação

Em guerra, Flamengo pode fechar patrocínio milionário com rival do Globoplay

Amazon vê oportunidade de crescer no Brasil, mas conversas paralisaram por conta do coronavírus

Flamengo e Amazon
Flamengo e Amazon estão perto de fechar parceria - Foto: Montagem
Redação NT

Publicado em 26/03/2020 às 12:21:00

Amazon tem interesse em se tornar a patrocinadora master do Flamengo, mas as negociações foram paralisadas por causa do novo coronavírus. A empresa aguardará a movimentação dos rumos que a economia mundial tomará para poder finalizar o acordo com o clube carioca.

A expectativa por parte dos diretores do rubro-negro é que a empresa norte-americana pague cerca de R$ 40 milhões por ano, sendo a segunda parceria mais rentável para uma equipe do Brasil, ficando atrás apenas do Palmeiras com a Crefisa.

No dia 10 de março deste ano, o blog do colunista Juca Kfouri, do UOL, compartilhou o texto do jornalista Bruno Maia, ex-vice-presidente de Marketing do Vasco da Gama, CEO da 14, agência de conteúdos estratégicos e digital, e especialista em negócios e novas tecnologias no esporte, no qual é explicado que o conflito entre o Flamengo e a Globo se dá por causa dessa possível parceria da entidade esportiva com a Amazon.

A gigante quer aumentar o catálogo da Prime Video, sua plataforma de streaming, com produções brasileiras e enxerga no futebol uma oportunidade para angariar novos assinantes, o que poderia barrar o crescimento do Globoplay.

A guerra entre as duas instituições começou com a saída de João Mesquita do Grupo Globo para se tornar CEO da Prime Video no Brasil. Outra contratação da Amazon foi de Tiago Maranhão, que deixou o SpoTV. A empresa ainda conseguiu lançar um documentário da conquista da seleção brasileira na Copa América no Brasil.

“O tensionamento da relação do Flamengo com o Grupo Globo pode estar, sim, baseado numa confiança do clube de que terá avanço nas negociações com a Amazon”, explicou Bruno.

Procuradas pelo NaTelinha, a Amazon e a Globo não se manifestaram sobre o assunto até a publicação da reportagem. Caso haja retorno, o texto será atualizado.

Flamengo aguarda Amazon

Em guerra, Flamengo pode fechar patrocínio milionário com rival do Globoplay

O atual campeão brasileiro e da Taça Libertadores da América também não está com pressa para resolver essa situação, porque não é possível levar a pauta para votação no Conselho Deliberativo, já que não há no estatuto da instituição a realização de reuniões não presenciais e o contrato de um patrocinador precisa ter aprovação dos conselheiros.

O contrato com a BS2, atual principal patrocinadora do Flamengo, termina no fim de 2020, ou seja, o rubro-negro entende que tem condição de aguardar o fim da crise para encerrar a negociação, como noticiou o portal de notícias da Globo nesta quinta-feira (26).

Mais Notícias