Exclusivo

Apostando em divulgação na TV, Netflix e Amazon não têm espaço na Globo

Grupo Globo disputa espaço com outros streamings; emissora nega veto

Apostando em divulgação na TV, Netflix e Amazon não têm espaço na Globo
Guerra de streamings - Foto/Montagem

Publicado em 20/12/2019 às 05:29:00 ,
atualizado em 20/12/2019 às 09:55:32

Por: Naian Lucas com Sandro Nascimento

O streaming vem crescendo ano após ano no Brasil e a concorrência está se tornando cada vez mais acirrada, tanto que NetflixAmazon Prime Vídeo estão usando canais de TV aberta para divulgarem suas marcas. Entretanto, as duas empresas não exibem suas propagandas na Globo e haveria um motivo para a principal emissora do país recusar acordos com elas.

Apesar da Globo ter a maior fatia de audiência na TV aberta e também na TV fechada com seus canais do Globosat, a Netflix e a Prime Video continuam fazendo investimentos e parcerias com outras emissoras, como Record, Band e SBT.

No ano passado, a gigante do streaming divulgou a série Samantha! tendo como inspiração o reality show A Fazenda. Em uma das propagandas, a protagonista, vivida por Emanuelle Araújo, decidiu se candidatar para ser uma das participantes da competição de celebridades.

Essa ação no foi inédita por parte da plataforma. Em 2017, logo após o Teleton, o SBT disponibilizou uma hora da sua programação para que a Netflix anunciasse a série Stranger Things. A empresa pagou pelo espaço na emissora de Silvio Santos para exibir o primeiro episódio da primeira temporada da obra, causando grande repercussão.

O Prime Vídeo é outro serviço que divulga suas produções na televisão, além de parcerias. O programa de Tiago Abravanel no SBT, o Famílias Frente a Frente, por exemplo, é transmitido pelo canal de Silvio Santos e disponibilizado no catálogo da empresa - a final do reality acontece nesta sexta-feira (20), por sinal.

Apesar de terem grande força na internet, é comum no Brasil e no mundo a Netflix e a Amazon usarem a TV aberta para divulgarem seus produtos. Sites que cobrem televisão nos Estados Unidos já noticiaram que as duas empresas compreendem que a alta parcela da população mundial ainda tem muito contato com as emissoras.

Globo x streaming

O Grupo Globo passou a investir pesado no Globoplay, sua plataforma digital. Em entrevista ao Valor Econômico, o presidente executivo Jorge Nóbrega explicou que a empresa pretende desembolsar R$ 1 bilhão no streaming em novas tecnologias no ano que vem.

A emissora enxerga o Globoplay como o futuro e uma grande forma de arrecadação no audiovisual nos próximos anos. Conforme apurou o NaTelinha, a alta cúpula acredita que países emergentes terão uma grande plataforma de streaming nacional para concorrer com empresas internacionais e o Grupo Globo decidiu sair na frente no Brasil, criando conteúdos originais para o público brasileiro – caso de As Fives, Eu, a Vó e a Boi, Hebe, Assédio, entre outros.

Por isso não seria interessante exibir propagandas da Netflix e da Amazon Prime Vídeo no intervalo da sua programação.  A reportagem apurou que para a diretoria da Globo, inserir uma ação de um concorrente do Globoplay, seria como a emissora exibisse uma chamada do Programa Silvio Santos no intervalo de Amor de Mãe.

O NaTelinha procurou a Globo para escutar o posicionamento da emissora, que em nota enviada disse apenas que "a informação não procede".




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!