Exclusivo

Globoplay busca executivo para o lugar de diretor tampão

Erick Bretas estaria apenas tapando buraco na função

Globoplay busca executivo para o lugar de diretor tampão
Globoplay deve substituir a chefia no ano que vem. Foto: Divulgação

Publicado em 18/10/2019 às 04:44:13

Por: Daniel César

A conturbada saída de João Mesquita do Globoplay para a Amazon ainda não foi bem digerida pela plataforma. A tal ponto do Grupo Globo estar no mercado procurando um executivo para substituí-lo em 2020. Érick Bretas, atual chefão do streaming, responde interinamente pela cadeira em um mandato que seria tampão.

O NaTelinha apurou que a cúpula do Globoplay jamais teve a intenção de manter Bretas na função por muito tempo. Ele estaria acumulando o cargo com o principal trabalho que mantém na empresa, o de diretor do Hub Globo Silicon Valey.

Segundo relatos, a cúpula da Globo entende que o profissional terá de se dedicar a outros projetos e não teria condições de acumular funções. Para a plataforma, a direção da emissora estaria buscando um nome que tenha bom diálogo com as produtoras brasileiras.

Pelo menos duas produtoras que mantêm boas relação com o Globoplay informaram que neste momento tudo estaria parado por lá, sem nenhuma movimentação para o recebimento ou aprovação de novos projetos. Bretas estaria tocando apenas o que João Mesquita já havia deixado previamente aprovado.

Em 2019, a plataforma deve estrear apenas mais uma produção, Desalma, série de terror protagonizada por Cássia Kiss e Cláudia Abreu. Para o ano que vem estão confirmadas e já em processo de finalização, Eu, a Vó e a Boi, de Miguel Falabella, e o spin-off de Malhação: Viva a Diferença, a série As Five.

Fontes ouvidas garantem que Érick Bretas nunca esteve no radar para assumir o Globoplay. O profissional tinha deixado a função depois de ter implantado o serviço no Brasil e migrado para a Califórnia a fim de representar a Globo no Vale do Silício. Seu retorno foi solicitado às pressas após o surpreendente pedido de demissão de João Mesquita, que trocou o grupo para chefiar o projeto de lançamento do Prime Video, da Amazon, no Brasil.

Globoplay pode copiar Netflix

A dança das cadeiras de executivos em streaming não é exatamente uma novidade no mercado e o Globoplay pode acabar copiando o que a Netflix já fez. A multinacional contratou para o Brasil uma diretora que ficou conhecida por seu trabalho na HBO.

Trata-se de Maria Angela de Jesus, atual diretora de produções originais da Netflix Brasil e que foi, por 10 anos, vice-presidente de produção original da HBO para a América Latina. As informações são do Linkedin da profissional.

O NaTelinha apurou que a cúpula do Grupo Globo entende que para esta função não cabe um autor, como Silvio de Abreu, que responde pela teledramaturgia. Mas um executivo que tenha prática de negociar com produtoras e com olhar cirúrgico para novos projetos.

Não há prazo para as mudanças de chefia na plataforma. Procurado, o Globoplay não respondeu até a publicação da reportagem.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!