Homicídio doloso

Bruno Krupp é preso após atropelar e matar estudante no Rio

Modelo saiu do hospital direto para a delegacia; famoso tem 25 anos e é investigado em outros dois inquéritos, de estupro e estelionato


Bruno Krupp
Bruno Krupp “não é um novato nas sendas do crime” e sua liberdade “comprometeria a ordem pública”, segundo juíza - Foto: Reprodução/Instagram

O modelo Bruno Krupp, de 25 anos, foi preso preventivamente pelo atropelamento que matou o estudante João Gabriel Cardim Guimarães. A abordagem policial ocorreu no hospital em que o famoso, ex-namorado da influenciadora Sarah Poncio, estava internado, no Méier, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Para a juíza Maria Isabel Pena Pieranti, Bruno Krupp “não é um novato nas sendas do crime” e sua liberdade “comprometeria a ordem pública”. O despacho do plantão judicial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro ainda menciona que o modelo já foi parado por agentes da Lei Seca três dias antes do acidente, mas não houve efeito didático.

O delegado Aloysio Berardo Falcão de Paula Lopes, responsável pelo pedido de prisão, ressalta que Krupp tem passagens pela polícia com acusações de estupro e estelionato. O registro da 16ª Delegacia de Polícia da Barra da Tijuca é de homicídio doloso, ou seja, quando o culpado assume o risco de matar.

O modelo nem sequer era habilitado para dirigir. Ao chegarem no local, a polícia e o Corpo de Bombeiros constataram que João Gabriel teve a perna esquerda amputada em consequência do acidente. Já Bruno Krupp sofreu escoriações e ambos foram encaminhados, em ambulâncias, para o hospital.

De acordo com informações do jornal O Globo, o corpo da vítima foi sepultado nesta segunda-feira, no Cemitério de Irajá. À publicação, o advogado Willian Pena, que representa Krupp, admitiu que o modelo estava acima da velocidade permitida, mas defendeu que João Gabriel surgiu “subitamente” ao atravessar fora da faixa de pedestres.

Bruno Krupp desativou perfil público nas redes sociais

imagem-texto

Bruno foi levado para a mesma unidade hospitalar, onde chegou a ser internado na UTI. Logo após o acidente, o modelo só estava conseguindo mexer as mãos e os médicos suspeitam que ele tenha fraturado as vértebras C5 e C6. Até a tarde de terça-feira (2), o influenciador já está no quarto e passa por exames para identificar a gravidade das lesões.

Quando o caso começou a repercutir nas redes sociais, o perfil de Bruno no Instagram, que tem mais de 140 mil seguidores, foi desativado. Pouco depois, a página voltou ao ar, mas de forma privada. Alguns amigos famosos do influencer, como Nego do Borel, comentaram em suas publicações pedindo notícias dele.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos