Vitória

Rodrigo Mussi reaparece na web e compartilha carta: "Nova chance"

Ex-BBB divulgou uma carta escrita a próprio punho


Montagem com Rodrigo ao lado da carta
Rodrigo Mussi reaparece na web e compartilha carta - Foto: Reprodução

Cerca de um mês e meio após o acidente que o deixou em estado gravíssimo em São Paulo, Rodrigo Mussi, de 36 anos, reapareceu nas redes sociais. Na noite deste domingo (15), o ex-BBB compartilhou uma carta escrita a próprio punho e exibiu sua mão direita.

"Aqui é o Rodrigo, vocês dizem que eu sou um milagre e eu acredito que não estou vivo à toa. Ainda estou assimilando tudo. Obrigado, Deus, por me dar uma nova chance, uma nova vida e um livro novo em branco nas mãos para escrever novas histórias", começava o post.

Em seguida, o ex-brother disse que renasceu após o acidente: "Agora eu faço aniversário 2 vezes por ano. Lembrem-se somos abençoados para abençoar. Em breve estou de volta. Rodrigo Mussi. 15/05/2022", completou Rodrigo.

Recentemente, Diogo Mussi, irmão do influenciador, fez um desabafo relatando que pessoas têm pedido para foto do famoso, ainda em recuperação. "As pessoas precisam ter mais senso antes de pedir imagens do meu irmão, que foi extubado há pouco mais de 15 dias. Se você realmente gosta do Rodrigo, respeite!", iniciou o advogado.

No texto, o irmão do ex-BBB vai em frente, falando sobre a luta de Rodrigo: "A reabilitação leva tempo e está sendo muito árdua para ele, que se esforça, diariamente, para alcançar o objetivo. Mais respeito, por favor!".

Rodrigo Mussi segue em clínica de reabilitação intensiva após grave acidente de carro

imagem-texto

Rodrigo Mussi teve alta do hospital no dia 28 de abril, e está agora em uma clínica de reabilitação intensiva. Ele chegou ao Hospital das Clínicas, em São Paulo, em estado grave e passou por cirurgias na cabeça e nas pernas. Desde sua internação, Diogo Mussi passou a dar notícias diariamente aos fãs pelo Instagram.

O ex-BBB estava em um banco traseiro de um carro que fazia serviço de locomoção de passageiros por aplicativo, que colidiu com um caminhão. O motorista, que não teve ferimentos graves, admitiu, em entrevista, que dormiu ao volante porque estava trabalhando muito.

A Polícia Civil de São Paulo concluiu o inquérito e indicou que o motorista de aplicativo Kaique Reis, de 24 anos, foi imprudente e cumpriu excesso de jornada de trabalho não fiscalizada pela empresa transporte individual. Ele não foi indiciado porque lesão corporal culposa é considerado um crime de menor potencial ofensivo.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos