Novo posto

Mario Frias é exonerado da Secretaria da Cultura e prepara candidatura

Ator esteve na secretaria por dois anos


Mario Frias ao lado de quadro de Jair Bolsonaro
Mario Frias não faz mais parte do governo Bolsonaro - Foto: Divulgação
Por Redação NT

Publicado em 31/03/2022 às 10:09:39,
atualizado em 31/03/2022 às 10:27:15

Mario Frias foi exonerado do cargo de Secretário Especial de Cultura nesta quinta-feira (31), conforme publicação do Diário Oficial da União. Em seu lugar, foi nomeado Hélio Ferraz de Oliveira, que era secretário nacional do audiovisual. Agora, Frias prepara sua candidatura a deputado federal por São Paulo.

Em 12 de março, o ator se filiou ao PL, mesmo partido do presidente Jair Bolsonaro. Ele estava na Secretaria de Cultura desde junho de 2020, quando substituiu a atriz Regina Duarte, bolsonarista assumida.

Frias foi o quinto secretário de Cultura do governo Bolsonaro. Antes dele, Regina Duarte, Roberto Alvim, Ricardo Braga e Henrique Pires, além do interino José Paulo Martins, chefiaram a pasta, que já integrou o Ministério da Cidadania.

A carreira de Mário Frias

imagem-texto

Aos 50 anos de idade, Mário Frias tinha longa carreira na TV, especialmente na Globo, onde emplacou consecutivos papéis. Começou com uma participação em Caça Talentos, na Globo, em 1996. De lá pra cá estrelou Malhação (1995-2020) na temporada 1998 e retornou entre 99 e 2001.

Nos últimos anos, atuou em A Terra Prometida (2016) e participou de alguns capítulos de Verão 90 (2019). Entre 2017 e 2018, apresentou o Tô de Férias e antes de assumir a secretaria da Cultura, comandou também o A Melhor Viagem.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
TAGS:
Mais Notícias
Outros Famosos