Violência no parto

Em depoimento à polícia, marido de Shantal explica por que não reagiu a xingamentos de obstetra

Matheus Verdelho disse que estava focado na filha


Shantal e Mateus Verdelho posando para foto sentados em restaurante
Shantal e Mateus Verdelho têm dois filhos - Reprodução/Instagram
Por Redação NT

Publicado em 04/01/2022 às 16:40:00,
atualizado em 04/01/2022 às 16:40:16

Mateus Verdelho prestou depoimento à polícia sobre o comportamento do ginecologista e obstetra Renato Kalil Filho durante o parto de Domênica, sua segunda filha com a influenciadora Shantal. O modelo confirmou ter sido chamado para "olhar a vagina de sua esposa", enquanto o médico fazia comentários sobre "o tanto que rasgou". De acordo com a colunista Mônica Bérgamo, do jornal Folha de S. Paulo, o paulista ainda disse que ouviu todos os xingamentos feitos pelo profissional.

No depoimento, que ocorreu no último dia 20 de dezembro, Mateus disse que não reagiu na hora por priorizar o bem-estar da esposa e do bebê. Ele contou que percebeu que os comentários de Kalil eram machistas, mas "sua emoção estava toda ligada a sua filha". Ainda de acordo com o testemunho, o casal só se deu conta da gravidade do que tinha acontecido quando, em casa, assistiram às filmagens do parto. Segundo ele, os dois ficaram chocados com o que viram.

Verdelho endossou a acusação da esposa de que o obstetra receitou a ela o Misoprostol, medicamento utilizado para induzir o parto. A droga, entretanto, não é indicada para pacientes que já tenham feito cesárea, caso de Shantal.

Entenda as acusações de Shantal contra o médico Renato Kalil Filho

Três meses depois do nascimento de sua segunda filha, Domênica, que veio ao mundo em setembro do ano passado, alguns áudios de Shantal acusando Renato Kalil Filho de violência obstétrica vazaram na internet e foram publicados pela revista Quem. "Simplesmente, quando a gente assistia ao vídeo do parto, ele me xinga o trabalho de parto inteiro. Fala: ‘P*rra, faz força. Filha da mãe, ela não faz força direito. Viadinha. Que ódio. Não se mexe, p*rra'", revelou a influenciadora.

No desabafo, que teria sido enviado apenas a um grupo de amigas e acabou circulando na web, ela dá detalhes do que aconteceu. "Descobri que ele falou da minha vagina para outras pessoas. Tipo ‘ficou arregaçada, se não tiver episotomia, você vai ficar igual'", contou.

A revolta do médico teria se dado pelo fato de a influenciadora não ter aceitado fazer a episotomia, incisão na região do períneo, que facilita a passagem do bebê, mas só é recomendada em partos de risco. "Ele chamou meu marido e falou: ‘Olha aqui, toda arrebentada, vou ter que dar um monte de pontos na perereca dela'. Ele falava de um jeito tipo: 'Olha aí, onde você faz sexo, tá tudo f*dido porque ela não quis episiotomia'”, disse Shantal.

Além dos xingamentos, a influenciadora afirmou que o obstetra a teria "rasgado com a mão" e revelado o sexo do bebê sem o seu consentimento nas redes sociais.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos