Reportar erro
Campeã do BBB virou cantora

Cantora baiana Agnes Nunes é uma das referências de Juliette na música; saiba quem é

Campeã do BBB21 admira também outros artistas do Nordeste: Elba Ramalho, Chico César, Alceu Valença e Zé Ramalho

Montagem com a cantora Agnes Nunes com as mãos no cabelo e Juliette, de perdil, com o cabelo solto
Agnes Nunes é uma das referências para Juliette na música - Reprodução/Instagram
Marcela Ribeiro

Publicado em 08/09/2021 às 06:59:00

Juliette acaba de lançar seu novo EP com seis faixas que são sucesso absoluto no streaming e também o clipe de Diferente Mara. A campeã do BBB21 conversou com a imprensa sobre suas referências na música na segunda-feira (6) e citou vários artistas nordestinos que admira e é fã.

"Tem várias referências: Elba Ramalho, Chico César, Alceu Valença, Zé Ramalho, mas gosto muito da Agnes Nunes, acho o timbre dela maravilhoso, ela traz a música nordestina de uma forma moderna e nova, gosto muito dela também", contou ela, que teve sua voz no novo trabalho comparada ao duo Anavitória e Duda Beat. "Anavitória o timbre parece um pouco, Duda Beat tem uma música mais sexy. Mas todos nós temos referências", completou.

Agnes Nunes começou a compor para desabafar sobre bulliyng na escola

Com apenas 19 anos, Agnes Nunes tem se destacado no cenário musical com a sua voz doce e potente. Nascida em Feira de Santana, na Bahia, ela se identifica como "parabaiana", já que se mudou para Jericó, na Paraíba, com apenas nove meses de vida para morar com a sua avó enquanto sua mãe concluía os estudos. A música entrou na sua vida cedo, aos 12 anos, por influência da mãe e também como uma forma de superar o bullying que sofria na escola por causa do seu cabelo black power. A forma de desabafar sobre esses ataques aconteceu através de poemas e pensamentos, que acabaram virando suas primeiras composições.

Aos 14 anos, após ganhar um teclado de presente da mãe, Agnes aprendeu a cantar e tocar sozinha e começou a fazer sucesso com covers de artistas em suas redes sociais, entre eles, da rapper Flora Matos, Ana Carolina e Maria Gadú. Agnes tem hoje mais de 2,5 milhões de seguidores no Instagram e, além de Juliette, vários famosos admiram seu trabalho: Maísa, Preta Gil, Ivete Sangalo e Elba Ramalho são alguns deles.

Em 2019, Agnes gravou com Xamã quatro faixas do EP Elas Por Elas, da Baguá Records, para celebrar todos os tipos de mães: Cida, Rose, Sonia e Dolores. A cantora se destacou e se emocionou ao participar de uma live, em setembro do ano passado, com Elza Soares e Seu Jorge.

Desde abril deste ano, ela lançou algumas músicas que farão parte de seu álbum de estreia, entre elas, Vish e Cabelo Bagunçado. No Festival Internacional da Criatividade de Cannes (2020/2021), ela ganhou o Leão de Ouro, na categoria Entretenimento, com a canção Rua Enfeitada, tema de abertura do especial da Globo, Juntos a Magia Acontece.

Juliette fala sobre expectativa para apresentar TVZ: "Frio na barriga"

A partir do dia 13 de setembro, Juliette comanda a nova temporada do TVZ, do Multishow. "Estou com muito frio na barriga, mas é algo que gosto muito. Vou conhecer pessoas que admiro, trazer clipes. Quero muito que dê certo e que vocês gostem, mas estou nervosa", admitiu.

Logo que saiu do BBB, Juliette foi surpreendida com convites de vários artistas para cantar junto. Ela chegou até rejeitar o convite para gravar com Luan Santana o clipe de Morena, mas cantou já com o artista e com vários nomes de peso: Gilberto Gil, Elba Ramalho e Wesley Safadão são alguns deles. No começo, ela admite que sentia muito nervosismo, agora tenta agir com mais naturalidade.

"Finjo costume, conheço artistas que admirei a vida inteira. No início tive crises, quando encontrei Gilberto Gil, eu chorei, a minha perna ficava dormente. Aí eu pensei, preciso agir, cantar, aí agora parei. Já passei tantas coisas na minha vida, fico só grata, aproveitando o momento".

A paraibana conversou com a imprensa sobre seu lançamento na carreira musical, na manhã de segunda-feira (6), disse que pensou que seria mais fácil e que "era só pegar o microfone e sair cantando" e falou  ao NaTelinha sobre a parceria profissional com Anitta, que dirigiu este projeto.

"A minha relação com a Anitta é muito bonita, eu tinha ela como uma referência feminina. O que essa menina precisou enfrentar na vida e batalhar e rasgar o mercado, entrar mesmo na garra. Sempre digo, as pessoas podem até não gostar dela, é uma opção, mas têm que respeitar a história dela porque ela tirou leite de pedra e tem um trabalho muito bonito é uma das maiores artistas reconhecida internacionalmente".



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
TAGS:
Mais Notícias
Outros Famosos