Reportar erro
Justiça

Advogada de Pamella Holanda comenta decisão de DJ Ivis virar réu em processo de agressão

Priscila Silveira diz ainda que atos praticados em Fortaleza estão sendo apurados: "Irá responder de acordo com a lei"

DJ Ivis e Pamella Holanda
DJ Ivis segue preso e virou réu por agredir a ex-mulher Pamella Holanda - Reprodução Instagram
Marcela Ribeiro

Publicado em 19/08/2021 às 16:39:00

A advogada de Pamella Holanda, Priscila Silveira, falou ao NaTelinha nesta quinta-feira (19) sobre a decisão da Justiça de tornar DJ Ivis réu das agressões sofridas por ela durante o casamento e quais serão os próximos passos a partir de agora. "Ele agora será citado para apresentar defesa sobre os crimes de lesão corporal no âmbito da violência doméstica e ameaça, estes cometidos no município do Eusébio. Os atos praticados em Fortaleza ainda estão sendo apurados e posteriormente irá responder por eles de acordo com a lei", disse ela.

A advogada contou ainda como foi a reação de sua cliente com a decisão da Justiça com o ex-marido e pai da sua filha, que segue detido no presídio Irmã Imelda Lima Pontes, em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza. "Continuamos esperando que tais atos sejam cada vez mais repreendidos pela lei e pela justiça, pois é inadmissível qualquer tipo de violência, ainda mais contra nós mulheres", concluiu.

Na última segunda (16), o TJCE informou sobre a determinação da instituição, depois que o cantor foi indiciado pela Polícia Civil e a denúncia do caso pelo Ministério Público foi aceita pela Justiça.

DJ Ivis teve novo pedido de habeas corpus negado

No início do mês, DJ Ivis teve um novo pedido de habeas corpus negado pela Justiça. A decisão do ministro Gilmar Mendes foi publicada no dia 3 de julho. Quem entrou com o pedido na Justiça foi o estudante de Direito, Alan Cisne que não tinha qualquer relação com as partes envolvidas.

"Nem mesmo conheço as músicas dele. Mas identifiquei que certos abusos poderiam ter sido cometidos. Esse posicionamento não é isolado, advogados experientes também observaram certa pressão midiática por uma 'inquisição' devido a gravidade do crime que ele cometera. Realmente ele deve responder pelas agressões bem como é papel do judiciário resguardar a vida e integridade física da então companheira dele", falou Alan ao NaTelinha.

Ivis foi indiciado por mais dois crimes, que foram cometidos contra a sua ex-mulher Pamella Holanda pela Polícia Civil do Ceará. Além de lesão corporal, o cantor responde também por ameaça e injúria no âmbito da violência doméstica.



Mais Notícias
Outros Famosos