Reportar erro
Polêmica

Conrado volta a falar em "heterofobia": "Existe sim"

Cantor e Andréa Sorvetão foram criticados após publicarem vídeo pedindo patrocínio por serem casal "hetéro, cristão e tradicional"

Montagem do casal Andréa Sorvetão e Conrado sorridentes e abraçados
Conrado e Andréa Sorvetão após gravarem vídeo pedindo para serem contratados por empresas por serem um casal "hétero, cristão e tradicional" - Reprodução Instagram
Marcela Ribeiro

Publicado em 20/07/2021 às 16:11:28

Conrado fez uma live com Andréa Sorvetão e falou novamente sobre a repercussão negativa do vídeo em que ele gravou com a mulher, às vésperas do Dia dos Namorados, pedindo que as empresas os contratem por serem "um casal hétero, cristão e tradicional".

"Você sabia quantas mulheres morrem por abuso sexual, violência...? Quantas crianças morrem por abuso sexual e violência? Quantos cristãos morrem por pregar a palavra de Deus? Trezentos mil no mundo todo. Morre gente pra caramba, minha querida, não são só gays não. Morrem héteros, morre tudo. Heterofobia eu estou vendo que existe, sim!!", disse Conrado.

"A pessoa vai lá, escreve um negócio, já tudo vira polêmica", completou Sorvetão. "Estou calminho, tranquilo, nem tomei um vinhozinho hoje", disse Conrado.

Conrado se retratou após críticas por vídeo

Conrado se retratou no Instagram depois que seu vídeo com Andréa Sorvetão pedindo patrocínio para o casal "hétero, cristão e tradicional" viralizou e disse que foram "dias de batalhas para entender tudo o que aconteceu".

"Não é um vídeo de desculpas, é um vídeo para explicar o que aconteceu. Isso me parece que passou em tom de ironia e se passou, era para chamar a atenção das empresas. Podemos trabalhar também nós que somos héteros, tradicionais? Pelo visto,  a resposta foi não. Com todo o respeito à classe LGBTQIA+. A intenção não foi ofendê-los, o tom da ironia foi para as empresas", disse ele em um trecho.

O cantor disse que a mulher estava sem condições de gravar o vídeo porque nem se levantou por conta dos discursos de ódio que receberam nas redes sociais.

O casal foi marcado na edição de um vídeo que mostra capas dos ensaios nus de Conrado e Andréa para a revista G Magazine e Playboy. Ele postou em seu Instagram ara rebater a crítica. "Somos sim, héteros, uma família cristã e tradicional. Não vejo nenhum problema nisso… ou estamos diante de uma heterofobia? Ah não… esquece… isso não existe! Sigamos…", escreveu ele na legenda do vídeo.

Mais Notícias
Outros Famosos