Reportar erro
Nas redes

Juliana Paes emite opinião política sobre Cuba e divide opiniões na web

Atriz fez ironia ao comentar protestos em Cuba e deu o que falar

Juliana Paes
Juliana Paes - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 13/07/2021 às 16:18:31,
atualizado em 13/07/2021 às 16:23:26

Juliana Paes comentou com ironia a atual situação de Cuba, que tem registrado protestos contra o atual governo. A atriz ainda provocou os usuários do Twitter, atrelando-os ao socialismo, e dividiu opiniões.

Tudo começou quando a famosa decidiu deixar um comentário em publicação feita pela economista Renata Barreto, onde ela fez uma crítica ao socialismo e pediu liberdade para o país. "Você, socialista que usa camisetinha do Che Guevara. Que diz que Cuba tem democracia. Que diz que o problema econômico da Ilha é culpa do embargo, mas vive falando mal do livre-mercado. Você que apoia partidos e políticos que exaltam os absurdos perpetrados pelos socialistas. Você que desdenha de quem se preocupa com a ideologia comunista, ao passo que exalta ditadores dessa mesma ideologia. Você que diz que Cuba é o paraíso na terra, mas jamais teve coragem de morar lá vivendo como um local. [...] Você que inventa ou repassa todo tipo de fake news sobre socialismo. [...] Cuba é refém da ideologia que você defende. Tenha vergonha", escreveu.

Concordando com a posição, Juliana fez uma ironia em relação ao fato do assunto não repercutir muito nas redes sociais no Brasil. "Mas hoje tá um silêncio naquele Twitter... ou tô delirando?", disparou.

Recentemente, Paes desabafou contra uma colega de trabalho, e negou seu apoio a Jair Bolsonaro. Rapidamente, ligaram essa tal colega como sendo Samantha Schmütz, que tem feito uma série de comentários contra o atual governo, pela forma que lidou com a pandemia.

Juliana Paes emite opinião política sobre Cuba e divide opiniões na web

Internautas repercutem posicionamento político de Juliana Paes

Por meio do Twitter, o assunto deu o que falar e dividiu opiniões. Uma parte ficou incomodada, atribuindo a atriz ao bolsonarismo, e outra reforçou o questionamento passado por ela.

"Juliana Paes se veste de bolsominion, anda com bolsominion, fala igual bolsominion, MAS NÃO É BOLSOMINION", escreveu um. "A Juliana Paes: Brasil: 500 mil mortes. Centenas de e-mails da Pfizer não respondidos. Denúncias de corrupção gravíssimas envolvendo o presidente. Fome. Desemprego. Gasolina a 7 reais Pedindo silêncio. Cuba: ain meu Deus o silêncio do Twitter", comentou outro. "De novo a esquerda se mobilizando pra recancelar a Juliana Paes. O absoluto terror deles que vire normal entre a classe artística não ser de esquerda. Ou pior, ser liberal", disse outro. "Pra mim vergonha é defender ditadura. Juliana Paes mais uma vez certa", apoiou outro.



Mais Notícias
Outros Famosos