Reportar erro
Falou tudo

Um dia após vídeo de Juliana Paes, ator do Vai Que Cola dispara: "Isenção seletiva?"

Emiliano D'Avila escreveu forte texto no Instagram

Emiliano criticou artistas um dia após posicionamento de Juliana Paes
Emiliano criticou artistas um dia após posicionamento de Juliana Paes - Foto: Montagem
Redação NT

Publicado em 03/06/2021 às 19:30:00

O ator do Vai Que Cola, Emiliano D'Avila, usou seu perfil do Instagram nesta quinta-feira (3) e detonou artistas que estão defendendo o direito de serem isentos. O comentário dele ocorreu no dia seguinte ao posicionamento de Juliana Paes, que gerou críticas a ela nas redes sociais.

“O curioso é que muitos dos que agora reivindicam seu direito à isenção, não foram isentos em outros momentos. Seria uma isenção seletiva? Ou essa suposta isenção de agora seria mais um forma sutil de expressar sua posição?”, disparou Emiliano. “Em defesa dos isentões! Afinal, ninguém é obrigado a ter caráter”, completou.

O comentário dele ocorre um dia depois do vídeo gravado por Juliana Paes. Na gravação, ela mandou várias indiretas, negou seu apoio ao governo do presidente Jair Bolsonaro, criticou a extrema direita e os “delírios comunistas da extrema esquerda”.

“Eu não apoio os ideais arrogantes de extrema direita, não apoio delírios comunistas da extrema esquerda. Quero respeito, acolhimento, a todas as causas minoritárias. Mas quero que isso aconteça independente de ideologia política", declarou.

Juliana disse que não vai permitir ser colocada nessa "polarização doentia". "Eu não admito ser colocada em nenhum desses dois polos. Não quero contribuir para essa polarização doentia. Não nesse momento obscuro, onde o ódio reverbera mais. Ou você é isso ou é aquilo. Isso não existe. Somos múltiplos.”

Juliana Paes foi criticada por Samantha Schmütz

Samantha publicou uma postagem de Tico Santo Cruz em que ele rebate alguns dos argumentos usados por Juliana no vídeo. “Vamos para alguns pontos: não existe ‘extrema esquerda’ atuando com poder relevante no Brasil. A extrema direita está no poder. Quem fala ‘comunismo’ em qualquer contexto político nesse país, não sabe do que se trata comunismo e nem o Brasil”, escreveu o cantor.

Samantha também compartilhou um guia para reconhecer o influencer alienado. Na lista, há itens como: “Acredita que se posicionar é só uma escolha, não um privilégio”. Recentemente, Juliana defendeu o direito dos artistas não se posicionarem diante das pautas sociais e políticas.



Mais Notícias
Outros Famosos