Reportar erro
Imunizado

William Bonner é vacinado contra Covid-19 e detona "irresponsabilidades criminosas"

Jornalista se disse chateado e criticou autoridades, sem citar nomes

William Bonner se vacinou e postou foto com equipe de saúde
William Bonner tirou foto com os profissionais de saúde - Foto: Reprodução/Instagram
Redação NT

Publicado em 07/06/2021 às 15:25:00,
atualizado em 07/06/2021 às 15:29:43

Âncora do Jornal Nacional, William Bonner, 57, foi vacinado contra a Covid-19 nesta segunda-feira (7) e criticou autoridades no seu perfil do Instagram. O jornalista afirmou que estava entristecido e um pouco cansado por conta da demora para as pessoas serem imunizadas.

“Primeira dose hoje. Estou me sentindo meio cansado. E também entristecido por saber que a fila ainda é tão longa e tão lenta. E inconformado, porque não era para ter sido assim. Sou grato a esses profissionais todos envolvidos na campanha de vacinação. Foi nos ombros deles que puseram a tarefa de correr contra o tempo pela proteção de milhões de vidas. Os brasileiros devem muito a cada um desses heróis”, escreveu Bonner.

Na sequência, ele criticou a demora para que os brasileiros fossem vacinados e chamou de incompetente algumas autoridades, mas não nomeou ninguém. “E ao SUS, que sobrevive, como um gigante, a tantas incompetências e irresponsabilidades criminosas”, acrescentou.

A esposa de Bonner, Natasha Dantas, também comemorou a vacinação do marido através do seu perfil do Instagram. “O coração sorri de alegria de ver quem amamos sendo protegido desse vírus que ainda não nos deu descanso”, vibrou a nutricionista.

“Mas a alma ainda se angustia por saber que muitos não passaram por esse momento e pior, muitos mais não acreditam na vacina. Gente, ela está aqui para nos ajudar! Ela é a parte principal da nossa luta! Quando chegar sua hora, vacine-se e continue tomando os cuidados necessários! A guerra ainda não chegou ao fim”, concluiu.

William Bonner desmente Bolsonaro

No dia 31 de maio, William Bonner desmentiu o presidente Jair Bolsonaro ao vivo. O noticiário mostrava uma matéria sobre uma declaração que o político deu a seus apoiadores sobre os atos contra ele em 29 do mesmo mês. Nas afirmações, Bolsonaro debochou dos participantes das manifestações e disse que os protestos tiveram poucas pessoas. Após exibir a declaração do presidente, Bonner o desmentiu.

"Mas na verdade as manifestações não foram pequenas. Reuniram milhares de pessoas em todos os 26 estados e no Distrito Federal. Em Brasília, em frente ao Congresso Nacional. No Rio foi no Centro. Quase todas as pistas da avenida Presidente Vargas ficaram fechadas", disse o âncora.

"Em São Paulo, manifestantes ocuparam 10 quarteirões da avenida paulista, na imensa maioria, usando máscaras, as pessoas te pediram impeachment do presidente Bolsonaro e mais vacina. As quase 500 mil vítimas da Covid-19 foram homenageadas em camisetas e cartazes", concluiu.



Mais Notícias
Outros Famosos