Reportar erro
Nas redes

Luísa Sonza apaga fotos e deixa de seguir Whindersson Nunes no Instagram

Fãs notaram acontecido em meio a polêmicas

Luísa Sonza e Whindersson Nunes
Luísa Sonza e Whindersson Nunes - Foto: Montagem/Reprodução
Redação NT

Publicado em 10/05/2021 às 17:40:40

Luisa Sonza deletou todas as fotos e deixou de seguir Whindersson Nunes no seu perfil do Instagram. O fato foi notado por fãs, em meio a polêmicas envolvendo a cantora, que chegou a perder a paciência com críticas de perfis, negando ter traído o ex-marido.

"FINALMENTE! Luísa Sonza parou de seguir Whindersson Nunes no Instagram e apagou todas as fotos com o humorista", escreveu uma conta dedicada à famosa, criada por fãs. O NaTelinha foi até o perfil, e confirmou que realmente os dois não se seguem mais na rede social.

A novidade veio à tona em meio a um desabafo feito pela artista no Twitter. Ela chegou a ficar visivelmente incomodada com um perfil que afirmou que ela teria traído o humorista. "Enfia no teu c* essa resposta de merd*. Eu não traí ninguém. Nunca. Eu nunca nem se quer larguei alguém, pra início de conversa. Vocês não sabem de porr* nenhuma do que realmente aconteceu. Inventaram uma novela pra essa história e eu já estou cansada de ouvir também. Vai tomar no seu c*", respondeu.

Luísa Sonza detona governo Bolsonaro

Foi também por meio dessa rede social que a cantora decidiu fazer uma crítica ao governo Bolsonaro, ao refletir sobre a atual situação no Brasil, que vem sofrendo com o grande número de perdas por conta da Covid-19.

"Todo dia é um esforço imenso pra ter vontade de abrir um sorrido e seguir trabalhando e fazendo as coisas, como seguir vivendo tanta gente morrendo nesse país por causa do descaso de um governo genocida?", disparou em uma das publicações.

Ela ainda chegou a citar o caso de Paulo Gustavo, que acabou não resistindo às complicações da doença. "Sério, eu tô com tanta raiva. Tanta tristeza. Não consigo parar de pensar no Paulo, e em todas as vidas que perdemos por um vírus que tem vacina. Todas essas mortes poderiam ter sido evitadas se tivéssemos um governo minimamente decente", opinou.



Mais Notícias
Outros Famosos