Reportar erro
Será?

Danilo Gentili não descarta ser candidato em 2022, mas dispara: "Seria um sacrifício"

Apresentador é cogitado como concorrente ao cargo de presidente

Danilo Gentili no The Noite
Danilo Gentili falou sobre ser candidato - Foto: Reprodução/SBT
Redação NT

Publicado em 19/04/2021 às 14:48:00,
atualizado em 19/04/2021 às 15:00:48

Danilo Gentili não descartou a possibilidade de concorrer ao cargo de presidente em 2022 e afirmou nesta segunda-feira (19) que a classe política está preocupada com uma eventual candidatura dele. O apresentador do SBT, no entanto, deixou claro que seria um “sacrifício” entrar na disputa, porque ele só teria “prejuízo”.

“Não é difícil perceber que a maior parte dos brasileiros sonha em entrar na política para ganhar dinheiro ou ficar famoso. O meu sonho sempre foi o oposto. Sempre sonhei em viver num país com menos política – e, por ironia, ganhei dinheiro e fiquei famoso. Então, entrar num projeto político para mim seria um sacrifício, não um passo carreirista”, explicou em entrevista ao Estadão.

“Na política, eu teria que conviver com políticos, ganharia muito menos dinheiro do que ganho hoje e também comprometeria a minha fama, ou seja, seria só prejuízo para mim. Entrar na política para mim seria um sacrifício, como é um sacrifício alguém ir para a guerra. Mas as pessoas vão para a guerra quando percebem que o que amam está sob ameaça e não lhes resta mais alternativa. Agora, só dá para pensar numa coisa dessas se tiver os aliados e as estratégias certas. Sinceramente, espero que surjam alternativas melhores. Eu gostaria muito de enxergar boas alternativas para jamais precisar pensar nisso”, acrescentou.

Sobre uma possível candidatura de Luciano Huck, Danilo confessou que nunca conversou com o apresentador da Globo, mas que pessoas próximas dizem que ele é um quadro interessante para as eleições. “Nunca sentei para conversar com ele sobre o tema”, relatou.

“Mas tenho amigos que trabalharam com o Luciano Huck e disseram que ele é um cara correto e bem intencionado. Fora isso, percebe-se pelas suas conquistas que ele é também um cara esperto e bem articulado. É um cara da sociedade civil. Eu prefiro acreditar em alguém com esse perfil do que num político carreirista”, completou.

Questionado se ele não seria uma figura folclórica, o humorista alfinetou parlamentares. “Quando faço as minhas piadas, os políticos me levam muito a sério, a ponto de eu colecionar pedidos de prisão e de censura vindos deles. Então, na real, eu acho que eles é que temem que a minha candidatura seja levada a sério e não o contrário”, disparou.

Danilo Gentili e Jair Bolsonaro

Danilo Gentili não descarta ser candidato em 2022, mas dispara: \"Seria um sacrifício\"

Danilo negou que tenha apoiado Jair Bolsonaro e que nem saiu de casa para votar no segundo turno de 2022. Ele relatou que entrevistou o atual presidente apenas, porque os outros políticos se recusaram a participar do The Noite.

“O que eu apoiei, sim, em todo momento, foi uma mudança. Eu sempre fui anti-PT, pois o PT em todos meus anos de atuação cerceou a minha liberdade de expressão e a de colegas, flertou com autoritarismo, sustentou ditaduras, assaltou e afundou a economia do País. Então, sim, eu apoiei uma mudança, queria que o PT deixasse o poder depois de 14 anos no governo. Como o presidente atual prometeu coisas que o levaram ao poder, eu, como cidadão, passei a criticá-lo por não cumprir as suas promessas. É assim que o político deve ser tratado. Deve ser cobrado e fiscalizado, não adorado”, concluiu.



Mais Notícias
Outros Famosos