Reportar erro
Entrevista polêmica

Após elogiar Melhem, Letícia Spiller diz que "jamais apoiou abusador"

Atriz disse que Dani Calabresa demorou a denunciar ex-diretor por assédio sexual

Letícia Spiller e Marcius Melhem
Letícia Spiller e Marcius Melhem - Foto: Montagem/Mauricio Fidalgo/Victor Pollak/TV Globo
Paulo Pacheco

Publicado em 09/12/2020 às 17:20:31

Letícia Spiller se defendeu das acusações de que teria defendido Marcius Melhem no escândalo de assédio contra Dani Calabresa, criticada pela atriz em função da demora para denunciar o ex-chefe. Detalhes dos episódios de violência sexual foram revelados em reportagem da revista piauí. Em sua rede social, a artista rebateu seguidores que enviaram mensagens decepcionados com seu posicionamento.

"Decepção por ter visto você defender o Marcius Melhem, com assédio dessa ordem não se brinca e nem culpa a vítima por ter 'demorado a denunciar'", criticou um seguidor. "Eu jamais apoiei ou apoiarei alguém que abusa de outra pessoa. Eu jamais colocarei em dúvida o testemunho de uma vítima, especialmente se for uma mulher. Denúncias precisam ser feitas e apuradas com rigor. Descredibilizar a fala de uma vítima é tão nocivo quanto assédio. Eu jamais faria isso", respondeu Letícia.

A administradora de um fã-clube de Spiller não escondeu sua insatisfação com a entrevista da atriz: "Estou me sentido despedaçada com sua fala. Por favor, se justifique. Eu dirijo um fã-clube seu, em que todos os dias recebo imagens de homens nus e comentários nojentos daqueles que acham que a conta é sua. Isso é um assédio direcionado a você".

A atriz esclareceu sua posição: "Venho aqui reforçar que eu nunca ficarei contra uma vítima de assédio, de abuso. Eu nunca ficarei do lado de um assediador. Eu nunca questionarei as razões que levam ou não uma mulher a denunciar algo. Precisamos nos apoiar. Precisamos nos fortalecer. Precisamos incentivar que as denúncias sejam feitas para que tenhamos um ambiente mais saudável e justo, em casa, no trabalho, com amigos".

Entrevista polêmica de Letícia Spiller

Em entrevista ao programa Reclame, da rádio PlayFM, Spiller elogiou o ex-diretor da Globo e afirmou que a comediante "demorou muito pra fazer essa denúncia": "Eu tive a sorte de nunca ter sofrido esse tipo de coisa. Porque, se eu tivesse sofrido, eu ia colocar a boca no mundo na hora, não iria esperar quatro anos. Por um lado acho muito bacana que as mulheres têm mais voz, mas por outro acho que demorou muito para fazer essa denúncia".

Em seguida, afirmou que é preciso maior agilidade por parte das pessoas para denunciarem esse tipo de crime: "Não concordo com essa demora em fazer essa denúncia tanto tempo depois. Quem está vendo fica questionando por que demorou tanto a fazer essa denúncia".

Letícia Spiller revelou que ocorreram outros casos parecidos aos de Marcius e Calabresa: "Eu já ouvi outros casos de assédio, de diretores que abusam do poder para assediar uma jovem atriz, ou não, porque a gente soube de vários casos, de várias pessoas diferentes. Não só o Marcius. O Marcius está virando agora o (exemplo) da situação, mas tiveram muitos outros casos na empresa, que a gente sabe".

Por fim, a atriz relembrou que já fez peça de teatro com Melhem e que ele nunca se comportou de maneira equivocada. Letícia ainda apontou que as mulheres precisam ter coragem para denunciar qualquer tipo de assédio.

"Por outro lado eu conheci o Marcius e nunca me pareceu uma pessoa que fizesse esse tipo de coisa tão agressiva. Uma pessoa muito, querida, inclusive. É duro receber uma notícia sobre uma pessoa querida, de bom coração. Por outro lado acho que as mulheres têm que ter coragem de falar, porque esse tipo de coisa não pode existir”, finalizou.

Marcius Melhem está sendo acusado de ter assediado sexualmente e moralmente profissionais da área de humor, no qual ele chefiava. Uma das denunciantes é a humorista Dani Calabresa. Na última sexta-feira (4), a revista piauí trouxe detalhes do caso.

Confira a entrevista na íntegra:



Mais Notícias
Outros Famosos