Reportar erro
Triste

Irmã de Rafael Miguel desabafa após confusão da prisão de assassino: "Irresponsabilidade"

Camilla Miguel escreveu um longo texto sobre o assunto

Rafael Miguel e Camilla Miguel juntos
Rafael Miguel ao lado da sua irmã - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 28/10/2020 às 16:25:00

Camilla Miguel se posicionou nesta quarta-feira (28) após confusão sobre a suposta prisão de Paulo Cupertino, assassino do seu irmão, Rafael Miguel, e os pais. No início da tarde, foi anunciado que o empresário havia sido preso. Contudo, horas depois, o delegado-geral de São Paulo negou a informação e explicou que a Polícia Militar do Paraná teria se equivocado.

"Está tudo bem. Seguimos, independente de qual a verdade. Quem me segue há tempos sabe que minha felicidade e reconstrução não é baseada na justiça do homem, tão falha e desorganizada. Infelizmente contamos com isso e com a irresponsabilidade de noticiarem abertamente algo não verificado que pode abrir cicatrizes difíceis. Eu falo sobre a calma, porque aqui escolhi viver assim, com consciência, amor, humanismo", afirmou Camilla.

“Não tenho condições de falar no momento e nem o que acrescente. Peço desculpas aos jornalistas entrando em contato. Que a paz e o amor prevaleçam. Tá tudo bem, seguimos independente de qual a verdade”, acrescentou. “Eu não tinha mais esperança, fui surpreendida pela notícia como vocês, isso era um peso no meu ombro que eu evitava muito para não cair, tinha medo, muito medo”, disse em outro trecho.

Na última segunda (26), a Polícia Civil descobriu que Cupertino fez um RG com uma certidão de nascimento falsa em Jataizinho, no Paraná. Segundo o G1, oficiais descobriram que Cupertino vinha usando o nome falso de Manoel Machado da Silva, com um disfarce.

No início da tarde de hoje, foi informado que o empresário tinha sido preso, contudo, o delegado-geral de Polícia de São Paulo, Ruy Ferraz Fontes, explicou que houve um equívoco e Paulo continuava foragido. A polícia do Paraná teria se confundido e voltou atrás, tanto que o general João Camilo Pires de Campos, secretário da Segurança Pública de São Paulo, pediu cautela.

Irmã de Rafael Miguel desabafa após confusão da prisão de assassino: \"Irresponsabilidade\"

Assassinato de Rafael Miguel e os pais

O ator, que ficou famoso nacionalmente pelo seu papel na novela Chiquititas, do SBT, foi assassinado junto com os pais, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50, em junho de 2019.

Na ocasião, eles estavam dando uma carona para Isabela Tibcherani, namorada de Rafael, até sua casa. Ao chegarem, Paulo Cupertino Matias, pai da jovem, se aproximou e efetuou vários disparos, levando os três ao óbito

Rafael foi alvo de sete balas (uma na cabeça, uma no peito, três nas costas e duas no braço esquerdo). O pai foi atingido por quatro vezes (um tiro no peito, dois o braço esquerdo e um no braço direito) e a mãe duas vezes (um tiro no peito e um no ombro).

O que teria motivado tudo isso seria o fato de Cupertino não aprovar o namoro da filha com o ator. O caso gerou uma grande comoção nas redes sociais, e o perfil de Isabela cresceu rapidamente, onde ela postou vários textos falando sobre o relacionamento.

Mais Notícias
Outros Famosos