Exclusivo

Luciano lança álbum gospel sem pensar em dinheiro: "Não é o cantor, é o servo de Deus"

Sertanejo produz primeiro trabalho solo, mas segue carreira com o irmão Zezé Di Camargo

Luciano lança álbum gospel sem pensar em dinheiro:
O cantor Luciano Camargo lança primeiro trabalho solo, o álbum gospel A Ti Entrego - Foto: Will Aleixo

Paulo Pacheco

Publicado em 16/10/2020 às 06:10:01

Irmão de Zezé Di Camargo, Luciano agora tem um "novo" parceiro musical: Jesus. Claro que é uma brincadeira, já que o sertanejo continua como segunda voz da dupla, que completará 30 anos de carreira em 2021. Nesta sexta-feira (16), o cantor lança Tempo, faixa do álbum A Ti Entrego, seu primeiro projeto solo, inteiramente gospel.

Evangélico desde 2003, Luciano contou com o apoio da mãe, Helena, que sempre pediu para o filho cantar louvores, e da mulher, Flávia, que comemora nesta sexta 17 anos casada com o sertanejo e foi a primeira a levar o marido a uma igreja batista.

"O projeto nasceu agora, mas a semente foi plantada há 20 anos pela minha mãe. Sou cristão convertido há 17 anos. Minha mulher e eu chegamos a montar uma célula em casa porque não podia ir aos cultos de domingo por causa dos shows", conta Luciano em entrevista exclusiva ao NaTelinha.

O cantor revela ter decidido lançar um projeto gospel há cerca de três anos, porém adiou o desejo: "Deus queria que fosse agora". Luciano começou a trabalhar no álbum pouco antes do início da pandemia de coronavírus e gravou as canções sem músicos no estúdio. A própria mulher, inclusive, ajudou a escolher o repertório.

"Eu iria fazer somente regravações. Tinha receio de, ao pedir músicas aos compositores do segmento cristão, de falarem: 'O que esse cara está fazendo aqui?', e foi totalmente o contrário. Minha mulher e eu, quando caminhávamos no condomínio, colocávamos a música para tocar ao mesmo tempo, e íamos sentindo a música. Foi difícil porque a gente teve que deixar algumas de lado", admite Luciano.

O sertanejo teve dois parceiros fundamentais em seu primeiro trabalho solo: o arranjador Anderson Toledo, conhecido do meio gospel e tecladista do cantor Daniel, e Vinicius Leão, filho da cantora e compositora Fátima Leão. Produtor de Luciano há 25 anos, escreveu sucessos da dupla como A Ferro e Fogo (2002).

Luciano Camargo ao lado da mulher, Flávia - Foto: Will Aleixo

Luciano Camargo: "Não sou o cantor, sou o servo de Deus"

A música gospel não é completamente oposta à carreira de Zezé Di Camargo & Luciano. A dupla já cantou louvores como Vai Dar Tudo Certo (2005), relançada neste ano para levar uma mensagem de fé e esperança durante a pandemia. Zezé, aliás, já compôs um hino cristão: Quem É Ele? (1999). Luciano, porém, preferiu reverenciar Deus em um trabalho à parte, sem se preocupar com dinheiro ou sucesso.

"Acho Quem É Ele um dos louvores mais bonitos que eu ouvi, porém eu cantava como um artista. Se eu tivesse gravado [um álbum gospel] há 20 anos, não teria sido como hoje. Naquela época, era só o artista que cantava. Hoje, é o cristão, o pai de família, o marido, o homem temente a Deus. Gravei tantas músicas reverenciando o amor de mãe, o amor entre um homem e uma mulher. Hoje estou reverenciando Jesus", afirma.

Pela primeira vez, Luciano fez dupla com si próprio, pois gravou primeira e segunda vozes dos louvores de seu álbum gospel, e confessa ter sentido dificuldade. Como parceiro de Zezé, lançará no próximo mês uma websérie com a dupla cantando sucessos ao lado de Luan Santana, Marília MendonçaThiaguinho e Ivete Sangalo, entre outras parcerias.

"Desde o primeiro álbum com Zezé, ele me incentivava a fazer solos. Cara ou Coroa [lançada em 1992] foi a primeira música que cantamos juntos, quando ele foi até Goiânia para me ver cantando. Quando anunciei o álbum gospel, criaram uma pontinha de dúvida [sobre o fim da dupla], mas quando falei abertamente que é um projeto paralelo isso parou. Não existe mais comentário de que passei a cantar louvor porque vou me separar", diz Luciano, aliviado.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!