Nas redes

Felipe Neto reclama de cobrança de R$ 17 mil por consulta nos EUA

Influencer explicou situação aos seguidores

Felipe Neto reclama de cobrança de R$ 17 mil por consulta nos EUA
Felipe Neto - Foto: Reprodução

Publicado em 01/10/2020 às 17:10:13 ,
atualizado em 01/10/2020 às 17:23:33

Por: Redação NT

Felipe Neto usou seu perfil do Twitter nesta quinta-feira (01), para reclamar de uma cobrança de R$ 17 mil por uma consulta médica que fez enquanto estava nos Estados Unidos. Foram vários valores enviados para ele, por uma consulta que demorou pouco tempo.

"Ano passado fiquei doente nos EUA e fui ao hospital. O médico me atendeu por cinco minutos e me passou anti-inflamatório. Me cobraram US$ 800 [o equivalente a R$ 4,5 mil reais]! Paguei", começou.

Depois, de acordo com o influencer, outros valores foram chegando até ele, ao ponto de decidir não quitar mais. "Dois meses depois, me mandaram cobrança residual de US$ 16 [o equivalente a R$ 90]. Paguei. Dois meses depois, disseram que faltou pagar US$ 500 [R$ 2,8 mil]. Não paguei. Agora, chegou isso", continuou mostrando a carta que ele recebeu onde aparece 2,2 mil dólares, cerca de 12 mil reais.

Felipe Neto elogia o SUS e critica saúde dos EUA

Continuando com o desabafo, o famoso ainda revelou que chegou a mandar uma mensagem por e-mail para o hospital questionando o que estava acontecendo, e garantiu que os advogados foram acionados. Por fim, ainda fez uma crítica para a saúde americana, reverenciando o SUS (Sistema Único de Saúde).

"Mandei email pra eles perguntando que tipo de máfia eles estão operando. Copiei meus advogados no email e deixei para eles conduzirem a partir de agora. Estados Unidos é uma vergonha quando se trata de saúde pública. DEFENDAM O SUS!!!!!!!", escreveu.

Sempre se posicionando politicamente e sobre causas sociais, recentemente Neto foi apontado pela revista Time como uma das personalidades mais influentes do planeta.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!