Reportar
erro
Polêmica

Diário de Amber Heard relata briga física com Johnny Depp em plena lua de mel

Briga teria acontecido em um trem na Ásia


Amber Heard e Johnny Depp
Johnny Depp e a ex-esposa, Amber Heard - Divulgação
Por Redação NT

Publicado em 14/07/2020 às 12:07:43

Mais um capítulo da briga entre Amber Heard e Johnny Depp está no ar nesta terça-feira (14). Agora, o site Deadline relatou que um diário da atriz revela uma luta corporal durante a lua de mel dos dois, numa viagem de trem no Sudoeste da Ásia.

Alguns trechos da suposta luta entre eles foram lidos hoje pelo tribunal. "Nossa briga foi terrível. Johnny... A certa altura, encontrou-se com a camisa em volta do meu pescoço. É incrível pensar sobre a precisão, a coordenação que exigia considerar as circunstâncias próximas... Nem sei como acabei com esse grande nó e irritante na parte de trás da minha cabeça. Odeio isso", teria escrito Amber em seu diário, acrescentando também que eles adormeceram juntos em meio a uma raiva desesperadora e infantil, mas regada a amor e também medo.

Este trecho do diário foi lido enquanto os advogados questionavam o depoimento do guarda-costa de Johnny, Malcolm Connoly, que afirmou nunca ter visto o ator "bater ou atacar a mulher".

A editora do tablóide The Suns, Sasha Wass QC, então, questionou: "Então, se uma briga tivesse ocorrido às 3h30, você acha que saberia disso?". "Não, nunca saberia sobre isso", devolveu, afirmando, no entanto, que não aceitaria ver um homem batendo em uma mulher.

"Não toleraria [um homem bater numa mulher]. Não importa quem fosse, não toleraria. Nem mesmo se fosse meu chefe. Não me importaria nem se fosse o Papa", exagerou o segurança durante o julgamento.

Cabeçada acidental

Diário de Amber Heard relata briga física com Johnny Depp em plena lua de mel

Johnny Depp afirmou que deu uma cabeçada em sua ex-namorada, Amber Heard, mas de forma acidental. O ator explicou que a agressão ocorreu após ter levado socos da atriz em 2015 e, na tentativa de segurá-la, acabou acertando-a sem querer com a cabeça em uma cobertura de Los Angeles.

O astro está processando a empresa de comunicação News Group Newspapers por conta da uma reportagem que o chamou de “espancador de mulheres”. Na época, o veículo afirmou que Johnny agrediu sua ex-companheira e demonstrou uma raiva “incontrolável”.

A Justiça norte-americana recebeu uma gravação em que o ex-casal discute e Depp teria dito que deu uma cabeçada nela “na p**** da testa” e que essa agressão “não quebra o nariz”. “Você estava gritando... é o tipo de coisa mais ofensiva. Você pode dar um soco, mas gritar é ok. Você pode dar uma cabeçada em alguém que está gritando, mas não grite”, disse Amber. “Eu não consigo acreditar que você fez isso”, acrescentou.

“Ela estava me atacando loucamente, e eu... por trás, enquanto eu me afastava da discussão para o meu escritório, ela ficava me batendo no pescoço, orelha, costas, tudo. Me virei para cobrir a cabeça e ela vinha loucamente, então a única coisa que eu podia fazer nessa situação era correr ou tentar agarrá-la, abraçá-la para impedi-la de me bater e me dar um soco, então eu fiz, quando fiz, parece que houve uma colisão”, explicou o ator.

Depp teria repetido o movimento, mostrando que tentou segurá-la para parar com a confusão. “Essa é a única colisão e a única lesão potencial que a sra. Heard poderia ter sofrido; não há como eu fazer o que ela disse e ter quebrado seu nariz”, declarou. No tribunal, também foram exibidas fotos dos supostos ferimentos de Heard,

Questionado o motivo de não ter falado da cabeçada “acidental” nas suas declarações para a Justiça, o ator relatou que teria relatado, caso tivesse lido a declaração inteira. “Confiei que meus advogados haviam pegado minha declaração”.

Entenda a polêmica

Diário de Amber Heard relata briga física com Johnny Depp em plena lua de mel

Em 2016, Amber entrou na Justiça e acusou de ter sido agredida por Depp. Iniciou-se então uma batalha para ela receber partes dos bens de Johnny e um acordo foi feito, mas não agradeceu a atriz de Aquaman.

O ator negou todas as acusações e, no ano passado, o site TMZ afirmou que ele teria provado que não havia feito as agressões. Entretanto, a confusão ganhou um novo capítulo com o áudio da conversa entre o ex-casal.

Mais Notícias
Outros Famosos