Oficial

Regina Duarte é exonerada do cargo de Secretária da Cultura do governo Bolsonaro

Atriz informou sua saída da função em maio

Regina Duarte é exonerada do cargo de Secretária da Cultura do governo Bolsonaro
Jair Bolsonaro ao lado de Regina Duarte - Foto: Reprodução

Publicado em 10/06/2020 às 09:17:06

Por: Redação NT

A atriz Regina Duarte foi exonerada do cargo de Secretária Especial de Cultura. Sua saída já está na publicação da edição desta quarta-feira (10) do Diário Oficial da União, tendo a assinatura da artista, do presidente Jair Bolsonaro e do Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

O anúncio da saída da atriz do cargo ocorreu no dia 20 de maio. Na ocasião, Bolsonaro declarou que Duarte iria fazer parte da Cinemateca Brasileira, em São Paulo. A Cinemateca é o órgão que tem responsabilidade de preservar a produção audiovisual do país e faz parte da pasta de Cultura.

Na época, os dois gravaram um vídeo juntos e foi dito que Regina sentia saudades da família e que a mudança seria para o “bem” dela, em respeito a carreira da atriz, que esteve na Globo durante 50 anos, deixando a empresa para fazer parte do Governo Federal.

“Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o governo e a Cultura Brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em SP. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias”, declarou Bolsonaro.

A vida da atriz como Secretária não foi fácil. Informações da época apontavam que a ala ideológica estava “fritando” a artista. No dia 5 de maio, por exemplo, o maestro Dante Mantovani retornou ao governo como presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte), sendo que ele tinha sido exonerado por Regina no primeiro dia em que assumiu o cargo de secretária. Ela não entendeu a nomeação.

Dias antes, Bolsonaro havia dito que queria Regina Duarte mais próxima dele, participando das ações em Brasília. A declaração ocorreu publicamente e demonstrava o desgaste entre ela e o presidente.

“Infelizmente, a Regina está em São Paulo. Está trabalhando pela internet ali. E eu quero que ela esteja mais próxima. É uma excelente pessoa, um bom quadro. Muita gente de esquerda pregando ideologia de gênero. Essas coisas todas é que a sociedade, a massa da população, não admite. Ela tem dificuldade nesse sentido”, disse o governante.

Despedida de Regina Duarte

Na semana passada, Regina escreveu um texto na sua conta do Instagram para falar sobre sua saída do cargo de Secretária. Ela falou sobre medo, do amor que tem pela arte e da responsabilidade que teve na função.

“Aceitei assustada o convite para a missão. Aceitei por amor ao meu país, por paixão irrefreável por Arte e Cultura, por confiança no governo Bolsonaro. Aceitei porque muita gente, muita gente mesmo, quando cruzava comigo, em qualquer lugar, com o olho brilhando de esperança, dizia: 'Aceita, Regina!'”, comentou.

Até o momento não foi nomeado um novo profissional para o cargo. A pessoa mais cotada para função é o ator e apresentador Mário Frias, que tem demonstrado apoio ao Governo pelas redes sociais.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!