Agora vai

Globo oficializa saída de Regina Duarte após mais de 50 anos para o governo Bolsonaro

Atriz assumirá a Secretaria Especial de Cultura

Globo oficializa saída de Regina Duarte após mais de 50 anos para o governo Bolsonaro
Regina Duarte ao lado de Bolsonaro - Foto: Reprodução

Publicado em 28/02/2020 às 14:50:49

Por: Redação NT

Regina Duarte oficialmente não faz mais parte do casting de atores da Globo. A emissora e a atriz encerraram nesta sexta-feira (28), em comum acordo, a relação contratual de cinco décadas, já que ela assumirá a Secretaria Especial de Cultura do Governo Jair Bolsonaro no dia 04 de março.

“Deixar a TV Globo é como deixar a casa paterna. Aqui recebi carinho, ensinamentos e tive a oportunidade de interpretar personagens extraordinárias, reveladoras do DNA da mulher brasileira.  Por mais de cinquenta anos sinto que pude viver, com a grande maioria do povo brasileiro, um caso de  amor que, agora sei, é para sempre. E não existem palavras para expressar o tamanho da minha gratidão”, afirmou Regina Duarte em comunicado divulgado pela emissora.

“Que Deus me ilumine para que eu possa agora, na Secretaria Especial de Cultura do Governo Bolsonaro, honrar meus aprendizados em benefício das Artes e das Expressões Culturais da população do meu país”, acrescentou.

Por ser uma das grandes estrelas da dramaturgia brasileira, Regina tinha contrato vitalício com a Globo, mas anunciou que enfrentaria um novo desafio na vida e entrará no Poder Executivo para ficar responsável pela cultura do país.

No dia 29 de janeiro deste ano, a Globo anunciou, em comunicado lido por William Bonner no Jornal Nacional, que Regina precisava se reunir com a direção da Globo para rescindir o acordo que tinha e poder ficar livre para assumir o cargo de Secretária de Cultura, já que o código de ética da emissora não permite qualquer ligação de seus contratados com a política.

Regina Duarte e a Globo

A atriz chegou à emissora em 1969, após abandonar a Excelsior para protagonizar Véu de Noiva, escrita por Janete Clair. Desde então, ela viveu inúmeras personagens, inclusive a sonhadora Patrícia Lobato em Minha Doce Namorada (1970). Por conta desse papel, ostentou o título de namoradinha do Brasil.

Ao longo dos 50 anos de Globo, Regina Duarte viveu personagens que fazem parte da memória afetiva do público, como a viúva Porcina de Roque Santeiro (1985), a batalhadora de Raquel em Vale Tudo (1989) ou Maria do Carmo em Rainha da Sucata (1990).

Regina Duarte não tem um papel fixo foi em 2017, quando atuou na novela Tempo de Amar, da faixa das 18h, em que ela viveu a personagem Madame Lucerne. A última protagonista da atriz no canal foi em 2006, quando ela viveu Helena de Páginas da Vida.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!