Reportar erro
Político

Sem sorte: Alexandre Frota será intimado em processo e pode perder salário de deputado

A ex do ator pede indenização por danos morais e a Justiça pediu o bloqueio do subsídio

Alexandre Frota
Alexandre Frota, ex e filho, envolvidos em processo - Foto: Reprodução
Laís Lubrani

Publicado em 06/04/2019 às 13:00:00

Nesta sexta-feira (5), uma queixa-crime foi protocolada e enviada à Justiça. A autora é Samantha Gondim e o filho Mayã Frota, fruto de um relacionamento com Alexandre Frota. Caso perca o processo contra ele, o deputado pode ter que pagar o valor mínimo de 50 mil reais, por danos morais.

Segundo o Jornal Extra, a advogada da família alega que Alexandre denegriu a imagem de sua cliente, por meio de postagens em redes sociais. A profissional ainda afirma que após assumir o cargo, o ator chegou a apagar as postagens, mas as provas ainda existem, por meio de prints e reportagens.

A confusão começou em outubro de 2018, após o deputado iniciar uma conversa nada amigável  com o filho Mayã. O jovem acusava o pai de não pagar sua pensão em dia, entre outras situações.

Para responder, Alexandre chegou a dizer como o garoto foi concebido: "Não sei se você sabe de tudo, mas quando foi concebido em um quarto de hotel em Brasília, eu e sua mãe, um bar tender na época, que conheci e na mesma noite saiu comigo para uma noitada, já havíamos enchido a cara na festa e resolvemos ir para o hotel. No hotel estávamos bebendo, cheirando, fumando e fazendo sexo, ambos bem loucos. Eu e ela". Tal postagem foi excluída.

O deputado deve ser intimado para depor em uma primeira audiência de conciliação.

FALTA DE SORTE

Como político, a situação de Frota também  não é favorável. Segundo a revista Época, o deputado entrou com um recurso para impedir o bloqueio do salário como parlamentar.

Segundo ele, é importante que ele receba o subsídio para que ele esteja "imune a qualquer sorte de ofertas e expedientes nefastos que guarnecem o ambiente político" e "preservar o mínimo de segurança, lisura e estabilidade
institucional".

A Justiça de São Paulo pediu que ele perdesse um terço da remuneração em razão de uma dívida bancária. Em Brasília, uma empresária tenta reaver o calote que ele deu em uma boate gay.

 

Mais Notícias
Outros Famosos