Enfoque NT

Bombástico ou não, BBB20 tem tudo para ser o de menor audiência da história

BBB20 estreia dia 21 de janeiro

Bombástico ou não, BBB20 tem tudo para ser o de menor audiência da história
Esta será a quarta temporada de Tiago Leifert à frente do BBB - Divulgação

Publicado em 09/01/2020 às 05:01:35

Por: Thiago Forato

Mais uma temporada do Big Brother Brasil está para começar. E será comemorativa. Esta será a vigésima edição do reality de confinamento que seduz a muitos desde 2002, quando ainda era apresentado por Pedro Bial e Marisa Orth.

De lá pra cá, o BBB acumulou altos e baixos, audiências estratosféricas e inimagináveis atualmente. A quinta temporada, em 2005, obteve 47 pontos de média geral, por exemplo, número este que até uma novela no auge tem dificuldade de conseguir no horário nobre.

A última edição que obreve uma média geral acima de 30 pontos foi a 11ª, em 2011: 31 pontos. A partir disso, o BBB amarga quedas ano após ano, salvo a edição de 2018  (26 pontos), que conseguiu subir ante a anterior, que marcou 23.

Problemas à vista

O fato é que para uma edição do BBB ter altos números de audiência, não basta ser boa, regada a barracos, casais que caiam no gosto do público ou participantes extremamente cativantes.

A novela das nove, principal produto da emissora, é determinante para o Big Brother Brasil. Há evidentemente outras variáveis, mas a trama tem um peso fundamental nos números do reality.

Não por acaso, o BBB5 conseguiu atingir 47 pontos de média geral. No verão de 2005, Senhora do Destino entrava em sua reta final, cravando índices superiores aos 60 pontos de média nas últimas semanas, alavancando o reality que consagraria Jean Wyllys como campeão, deixando Grazi Massafera em segundo lugar.

Aquela temporada contou com todos os elementos de sucessos que um reality de confinamento tem: mocinhos, vilões, casais e brigas. Mas o recorde inatingível não seria possível se não houvesse uma novela do tamanho de Senhora do Destino por trás.

No ano passado, o BBB viu sua pior audiência histórica: 20 pontos. E não é para menos. Com O Sétimo Guardião antecedendo o programa, hoje apresentado por Tiago Leifert, não havia como fazer milagres. E não há. Mas, justiça seja feita: o BBB19 contou também com o pior elenco da história.

Coincidentemente, Senhora do Destino e O Sétimo Guardião foram escritos pelo mesmo autor, Aguinaldo Silva. Épocas totalmente distintas.

Futurologia

Na última terça-feira (7), O Auto da Compadecida alcançou 27 pontos de média, enquanto Amor de Mãe ficou com 29. Não decaiu tanto, mas é válido salientar que a minissérie resgatada pela Globo é um ponto fora da curva.

O BBB ainda tem o fator desgaste. Afinal, são 18 anos indo ao ar anualmente (com exceção da segunda temporada) e talvez o formato já esteja entrando nesse processo natural. A Fazenda em 2019 também não foi bem. Mas, o que vale para o BBB19 vale para o reality rural: a última temporada também contou com o pior elenco da história.

E aí?

Para o BBB20 não ser o menos visto da história, terá que fazer milagres. E não por culpa dele. Amor de Mãe, apesar de ser uma boa novela, não tem reagido no Ibope e sofre para ultrapassar os 30 pontos. E se não houver uma grande virada, dificilmente reagirá.

 ______________________________________________________________________________________________________________  

Thiago Forato é jornalista e escreve diariamente para o NaTelinha. Assina a coluna Enfoque NT desde 2011. Converse com ele pelo e-mail thiagoforato@natelinha.com.br ou no Twitter, @tforatto




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!