Enfoque NT

Sem investimentos em filmes milionários, Band acerta ao resgatar clássicos

Band traz clássicos do cinema aos domingos à noite

Sem investimentos em filmes milionários, Band acerta ao resgatar clássicos
"Confidências à Meia-Noite", clássico de 1959 transmitido pela Band - Divulgação/Universal Pictures

Thiago Forato
i

Thiago Forato

Thiago Forato é jornalista, escreve sobre televisão há 14 anos e assina a coluna Enfoque NT há oito, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Converse com ele:

thiagoforato@natelinha.com.br

Twitter: @tforatto

Publicado em 20/04/2019 às 08:13:06

Com os grandes contratos na Globo, que detém acordo com os maiores estúdios de Hollywood, as outras emissoras, se quiserem ter filmes na programação, têm que garimpar.

Até mesmo o SBT, que já foi referência em outros tempos, detendo acordos milionários com a Warner e Disney, agora já é mais modesto. Corre atrás de produtores menores e tem em suas reprises grandes sucessos nas noites de terça e sexta-feira.

A Band, que até o início dos 2000 bombava com sessões de cinema erótico e também levava ao ar longas trash de terror B, agora vem resgatando clássicos aos domingos à noite.

Desde o último dia 24 de abril, após o "MasterChef", a emissora tem a sessão "Cine Band Clássicos". De lá para cá foram exibidos "Perfume de Mulher" (1992), "Entre Dois Amores" (1985), "Os Irmãos Cara de Pau" (1980) e a grata surpresa: "Confidências à Meia-Noite" (1959).

Trazer um filme da década de 1950 para a TV aberta em pleno horário nobre não é para qualquer um. O SBT já fez coisa parecida no início do século com a criação do "Cine Belas Artes" e transmitiu vários clássicos, inclusive com festivais até mesmo de Stanley Kubrick, mas ia ao ar mais tarde. E a sessão se perdeu ao longo dos anos, passando a exibir filmes mais comerciais. Os famigerados blockbusters.

É bem verdade que no Ibope, os filmes da Band mal chegam a 1 ponto de audiência na Grande São Paulo. O horário, se fosse outro, não diminuiria em nada a sessão. Guardada as devidas proporções, é um Telecine Cult na TV aberta.

A Globo com suas infinitas sessões e acervo invejável, não faz mais jus a "Sessão de Gala" há anos. Esquecida, também se rendeu aos longas mais comerciais.

O "Cine Band Clássicos", como o próprio título diz, tem uma proposta muito clara. Neste domingo (21), a Band traz um clássico da década de 70: "Jesus Cristo Superstar" (1973), um musical que narra os últimos sete dias de Jesus na visão de Judas Iscariotes.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!