Sandro Nascimento
Reportar erro
Jornalismo

Cinco jornalistas que são a nova cara do SBT falam sobre jornalismo e sonhos

NaTelinha conversa com nova geração de jornalistas do SBT

Jornalistas do SBT
Cinco jornalistas são a nova cara do departamento do SBT
Sandro Nascimento

Publicado em 14/10/2018 às 08:30:51

Ao mesmo tempo que mantém jornalistas experientes como Carlos Nascimento, Rachel Sheherazade e Roberto Cabrini, o jornalismo do SBT vem abrindo espaço para uma nova geração de profissionais se destacarem em seus principais noticiários.

Nesta renovação, a coluna selecionou cinco jornalistas que vêm dando o tom dessa nova cara do jornalismo do SBT, para revelarem seus sonhos, algumas curiosidades, o por quê escolheram a profissão e um programa inesquecível apresentado por Silvio Santos.

São eles: Eduardo Scola, Daniel Adjuto, Márcia Dantas, Darlisson Dutra e Williane Rodrigues.

"Conhecer o Silvio Santos", responde Eduardo Scola sobre realizar um sonho pessoal. Além de comandar algumas edições do "SBT Notícias", ele também está à frente do "SBT Paraná", na Rede Massa, onde vem se destacando, e completa: "profissionalmente, tenho vontade de ver meu trabalho reconhecido fora dos limites paranaenses".

Para Daniel Adjuto, que tem o título de galã do jornalismo da emissora entre seus colegas, seu maior desejo profissional é "ter um programa misturando jornalismo e entretenimento". Ele comanda o "SBT Brasil" aos sábados.

Destaque na TV do Pará, o talento de Márcia Dantas acabou ganhando repercussão em rede no SBT, como repórter e apresentadora do "SBT Notícias". "Gosto de estar com pessoas o tempo inteiro. Ouvi-las, saber suas histórias, conhecer gente de todos os tipos", explica sobre o motivo que escolheu a carreira de jornalistas.

"Não assistia televisão na infância, porque não tínhamos uma em casa. Mas, aos domingos, quando visitava a casa de alguém que tinha, gostava de assistir 'Em Nome do Amor'", contou o repórter Darlisson Dutra.

A repercussão à frente do "SBT Brasília" acabou rendendo para Williane Rodrigues o convite para participar do "Jogo das 3 Pistas" ao lado Silvio Santos, no ano passado. "Foi inesquecível, um sonho realizado. Estar perto dele foi mágico. É uma pessoa com energia maravilhosa e amei ter participado, conversado um pouquinho com ele" relembra, elogiando o patrão.

Confira as respostas completas:

Cinco jornalistas que são a nova cara do SBT falam sobre jornalismo e sonhos

Nome: Eduardo Scola
Idade: 31
Cidade de Nascimento: Jandaia do Sul - Paraná
Lado B (ou Hobby): Cozinhar

Programa inesquecível apresentado por Silvio Santos? Gostava muito do "Porta da Esperança" porque faz parte das minhas memórias de infância e foi o primeiro programa que me chamou muito a atenção.

Por que escolheu o jornalismo? Eu sempre gostei muito de me comunicar, de televisão. Primeiro queria TV e depois pensei no jornalismo. Nesse gosto de querer TV, uma vez vi o Sérgio Mallandro falando que tinha feito jornalismo para ser apresentador no "Programa do Ratinho". Eu tinha 12 anos na época. Então, hoje, aquele que queria ser apresentador de TV se descobriu jornalista.

Sonho: Conhecer o Silvio Santos. Profissionalmente, tenho vontade de ver meu trabalho reconhecido fora dos limites paranaenses.

Cinco jornalistas que são a nova cara do SBT falam sobre jornalismo e sonhos

Nome: Daniel Adjuto
Idade: 29
Cidade de Nascimento: Brasília
Lado B (ou Hobby): Viajar

Programa inesquecível apresentado por Silvio Santos? "Topa Tudo por Dinheiro", com certeza. Era meu programa preferido da infância porque eu também brincava em casa com a família.

Por que escolheu o jornalismo? Eu tinha dúvida entre medicina e jornalismo, mas uma amiga conversou comigo sobre a possibilidade dela fazer o jornalismo e pensei que poderia ser uma área para mim também. Porque na medicina eu teria que estudar mais e ficar mais tempo até realmente começar a trabalhar. No jornalismo eu poderia também servir as pessoas, que é algo que eu gosto. E sempre quis televisão por ser o veículo, para mim, com maior proximidade do jornalismo.

Sonho: Formar uma família. Profissionalmente, ter um programa misturando jornalismo e entretenimento.

Cinco jornalistas que são a nova cara do SBT falam sobre jornalismo e sonhos

Nome: Márcia Dantas
Idade: 31
Cidade de Nascimento: Belém do Pará
Lado B (ou Hobby): Malhação, academia

Programa inesquecível apresentado por Silvio Santos? "Qual é a Música", porque amo a música de todos os jeitos, e também é um hobby pra mim.

Por que escolheu o jornalismo? Porque gosto de estar com pessoas o tempo inteiro. Ouvi-las, saber suas histórias, conhecer gente de todos os tipos.

Sonho: Conhecer o Silvio Santos e ter um programa meu.

Cinco jornalistas que são a nova cara do SBT falam sobre jornalismo e sonhos

Nome: Darlisson Dutra
Idade: 30
Cidade de Nascimento: Pingo D'Água - Minas Gerais
Lado B (ou Hobby): Assistir filmes e séries

Programa inesquecível apresentado por Silvio Santos? Não assistia televisão na infância, porque não tínhamos uma em casa. Mas, aos domingos, quando visitava a casa de alguém que tinha, gostava de assistir "Em Nome do Amor".

Por que escolheu o jornalismo? É um jeito de contar, à minha maneira, histórias que inspirem as pessoas. Buscar nos lugares mais distantes do país, brasileiros que lutam diariamente no silêncio de suas rotinas e que muitas vezes não são ouvidos por ninguém. Se uma de minhas matérias conseguir mudar a vida de algum deles, já valeu a minha escolha.

Sonho: Morar fora do país. E, quem sabe, de lá contar histórias de outras tantas pessoas por mundo inteiro.

Cinco jornalistas que são a nova cara do SBT falam sobre jornalismo e sonhos

Nome: Williane Rodrigues
Idade: 38
Cidade de Nascimento: Brasília
Lado B (ou Hobby): Fazer teatro

Programa inesquecível apresentado por Silvio Santos? O próprio "Programa Silvio Santos" e o quadro "Jogo das 3 Pistas", do qual eu participei. Foi inesquecível, um sonho realizado. Estar perto dele foi mágico. É uma pessoa com energia maravilhosa e amei ter participado, conversado um pouquinho com ele. Depois de três semanas ele lembrou de mim no "Jogo dos Pontinhos", falou no meu nome e fiquei super lisonjeada.

Por que escolheu o jornalismo? Sempre gostei de comunicação. E achei o jornalismo interessante por poder ser a voz do povo, para poder cobrar coisas de autoridades e isso me fascina. Poder representar de alguma forma a população, a comunidade e cobrar mudanças e melhorias para as pessoas.

Sonho: Trabalhar com entretenimento envolvendo algo que tenha a ver com teatro. Me sentiria realizada por fazer algo nessa linha.