Reportar erro
Colunas

Primeiro vencedor do "Ídolos" muda visual e diz: "me achavam um ET"

E mais: Repórter demitida do "Globo Repórter" pode voltar ao ar

leandrolopes-antes-e-depois-2016.jpg
Leandro Lopes venceu o primeiro "ìdolos", em 2006, no SBT
Sandro Nascimento

Publicado em 26/06/2016 às 08:56:21

O fim de uma marca. Após 10 anos de se tornar o primeiro ganhador do reality musical "Ídolos", Leandro Lopes, apelidado de Pica-Pau por causa do seu cabelo vermelho, decidiu radicalizar no visual. O cantor raspou as madeixas para iniciar uma repaginada na sua carreira.

Com 32 anos, casado e pai de dois filhos, ele explica que se achava estranho com o antigo visual. "Eu decidi raspar o cabelo por causa do momento. Tenho dois filhos pequenos para criar e sou um pai muito presente. Eu não tenho tempo pra ficar pintando o cabelo. Toda hora desbotava, ficava rosa e às vezes abóbora. Aquilo já estava enchendo o saco", diz Leandro Lopes, que atualmente se apresenta com sua banda por todo Brasil.

O cantor, que atualmente mora no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio de Janeiro, revela que pretende fazer um novo penteado quando o cabelo começar a crescer. "Mesmo sendo uma marca, eu enjoei de cabelo vermelho. Eu tenho 32 anos, ficar andando na rua com dois filhos de cabelo vermelho, as pessoas ficavam me olhando e achando que era um ET".

Para Leandro, o cabelo vermelho o rotula como um eterno adolescente. "Eu já cresci e amadureci, eu quero estar diferente depois desses dez anos. Na verdade eu já queria ter tirado há um bom tempo, mas em respeito ao meu fãs eu segurei até quando pude. Alguns acharam estranho, mas acostumam. Meu talento não está no cabelo, está na minha garganta, não posso ficar com a voz fina", brinca.

Vencedor do primeiro "Ídolos" em 2006, no SBT, o cantor diz que ainda mantém contato com Osnir Alves, terceiro colocado na edição do programa, e com algumas pessoas da produção do reality. "Com os jurados eu não tive mais contato por não ter o telefone. Mesmo alguns deles sendo de outros segmentos e achando que deveria seguir outro estilo, eles me respeitam muito", explica.

Sobre ter saudades da época, Leandro Lopes conta que viveu aos 22 anos uma grande magia ao se tornar famoso de um dia para o outro e que não estava preparado para fama. "Foi muito louco. Eu me achava o cara, isso era muito perigoso. Hoje eu ficaria mais pé no chão, faria diferente, focaria mais em trabalhar do que aparecer, tem que apanhar para aprender", conta.

Sobre os novos projetos, ele revela que pretende em julho lançar uma música totalmente diferente do que já fez. "Quero repaginar minha carreira", enfatiza.

*

Repórter demitida do Globo Repórter pode voltar ao ar

Demitida após 30 anos no grupo RBS, afiliada da Globo no Sul do país, a repórter Rosane Marchetti pode retornar ao ar. Existe uma negociação em andamento para sua contratação pela Globo Rio, para continuar à frente das suas matérias especiais para o "Globo Repórter" e "Jornal Nacional".

No dia 17 de junho, o "Globo Repórter" apresentou a matéria sobre a Serra da Mantiqueira, último trabalho da profissional na afiliada da Globo. O programa bateu recordes de audiência, atingindo 24 pontos no Ibope em São Paulo.

Mesmo surpreendida com a demissão em abril, Rosane Marchetti foi profissional e editou todo a matéria para o jornalístico.

Segundo fontes, o alto salário da jornalista estava em desacordo com a nova política grupo RBS e motivou sua demissão.

Preferência 1

Falando em Globo, a coletiva de imprensa da "Rio 2016" na última quinta-feira (23), onde foi apresentado o local onde ficarão os atletas para os Jogos Olímpicos, virou guerra entre emissoras.

Globo e Record disputaram com a jogadora de basquete Janeth, prefeita simbólica da Vila dos Atletas, uma exclusiva para seus telejornais. Ganhou a Globo. A promessa de vitrine pesou. Nessas horas que a vida de assessoria não é fácil.

Preferência 2

Existe uma bronca dos canais sobre preferência do staff das Olimpíadas para os veículos do Grupo Globo. Só eles têm acesso a diversos pontos da montagem na estrutura da competição.

Sessão Retrô

o Megapix apresenta na "Sessão Retrô" em julho, alguns clássicos de cinema que todo mundo adora rever.

Os destaques são: "Dias de Trovão" (dia 3), "Um Herói de Brinquedo" (dia 10), "Um Lugar Chamado Notting Hill" (17), "Twister" (dia 24) e "O Casamento do meu Melhor Amigo" (dia 31).

A "Sessão Retrô" vai ao nas manhãs de domingo.

Chama o Kamura


 

Uma das melhores opções nas noites de sexta-feira é sem dúvidas o programa da Mariana Godoy na RedeTV!, mas TV é imagem. Na última sexta-feira (24), o cabelo da apresentadora não estava nos seus melhores dias.
 
Nova novela da Record

Na Record, estranha-se o fato do elenco da novela que substituirá "Escrava Mãe" ainda nem esteja montado. Está tudo muito cru.

Em contrapartida, as gravações de "Os Dez Mandamentos" e "A Terra Prometida" anda deixando o pessoal da Casablanca enlouquecida.

A expectativa é que somente após o fim de "Os Dez Mandamentos", a produtora comece a olhar com mais carinho para "Belaventura", de Gustavo Reiz, mesmo autor de "Escrava Mãe".

Antes disso, é impossível pensar em qualquer novidade.

Eu fico por aqui ou toda hora no Twitter @sanduba

Mais Notícias