Reportar erro
Colunas

Maytê Piragibe fala sobre "A Terra Prometida": "quero me superar como atriz"

Maytê estará na próxima novela bíblica da Record

mayte-piragibe.jpg
Fotos: Divulgação
Sandro Nascimento

Publicado em 11/05/2016 às 17:53:24

A bela vai virar vilã. Maytê Piragibe foi confirmada na nova novela da Record, "A Terra Prometida". A atriz vai encarar pela primeira vez na sua carreira o papel de uma antagonista na TV. "Quero me superar como atriz", conta.

Nesta entrevista exclusiva, Maytê Piragibe, que acaba de encerrar a temporada da peça "A Serpente", de Nelson Rodrigues, revela que mudaria o visual radicalmente pela personagem e que está preparada para um novo relacionamento: "Eu estou sempre preparada para o amor".

Confira:

Em "A Terra Prometida", você dará vida a personagem Jéssica, sua primeira vilã em uma novela. Como você está encarando esse desafio?

Maytê Piragibe -
Eu estou encarando com mais um trabalho importante, como eu lido com todos os trabalhos da minha vida. A cada novo projeto é uma entrega 100%. É um mergulho vertical no universo, na estrutura, na composição e na preparação  para o nascimento dessa nova personagem. Quero me superar como atriz, me desafiar e ter a possibilidade de me surpreender. Estou muito feliz com esse desafio.

Você seria capaz de mudar o visual radicalmente para compor um personagem?

Maytê Piragibe -
Eu brinco que não sou dona do meu cabelo. A disponibilidade do corpo e a estrutura física do ator, tem que estar completamente disponível para o personagem, com as possibilidades que surgem. Acho muito interessante quando você tem essa generosidade com a personagem. Eu admiro atrizes que tenham esse engajamento e naturalmente sou uma atriz 100% visceral e entregue. Eu acredito que é necessário essa generosidade e verdadeira entrega a mercê da personagem.


Atriz foi a protagonista da minissérie bíblica "José do Egito, em 2013
 

Você acaba de encerrar uma temporada da peça "A Serpente" no Teatro Nathalia Timberg, no Rio. Como foi interpretar um texto de Nelson Rodrigues?

Maytê Piragibe -
Foram seis meses de processo e ficamos dois meses em cartaz. Foi fundamental para o meu renascimento e minha transformação. Estou numa fase muito bonita da minha vida, pessoal e profissional. Estou me sentindo mais fortalecida e com mais segurança. É sempre necessário a gente ter desafios. Interpretar Nelson Rodrigues é um desafio difícil. É um processo muito doloroso porque é um texto que retrata a vida como ela é.

Por que ficou longe dos palcos por 10 anos?

Maytê Piragibe -
A televisão me tragou. Eu tiver a oportunidade de ser protagonista da Record, na maioria das vezes que tive nesses 10 anos, o que me faltou tempo e disponibilidade para eu ir em busca de projetos alternativos em outros veículos. E ao longo de todo esse tempo eu fui ser mãe e focar na maternidade, que é o papel mais importante na minha vida. Hoje minha filha está com cinco anos e tudo já está mais organizado e esquematizado. Eu tenho uma relação bacana com a Record.

Você terminou seu casamento em 2013. Está preparada para ter um novo envolvimento amoroso?

Maytê Piragibe -
Eu estou sempre preparada para o amor .O amor é um sentimento mais nobre que o ser humano pode sentir. O amor não vem só de um homem. O amor não vem só de um casamento. Eu tenho o amor transbordante diário da minha filha, da minha família, da minha profissão e dos meus amigos. Isso me supre muito. Mas o mais importante nesse dois anos que estou solteira é que eu estou no processo da auto-estima e do amor próprio, isso que busco diariamente. Só me amando, valorizando, me cuidando e me fortalecendo eu consigo ser uma ótima mãe , uma ótima profissional, uma ótima filha, amiga e mulher antes de mais nada.

No último domingo (8), foi o Dia das Mães. Como você está conciliando sua vida profissional e ao mesmo tempo ser uma mãe presente com a Violeta?

Maytê Piragibe -
Minha filha mora comigo, o pai dela mora em São Paulo. Ele vem sempre que pode mas a estrutura dela é comigo. Por conta disso eu tenho que levar uma vida muito organizada, planejada e muito bem estruturada para dar o melhor para ela. Minha vida social naturalmente é bem reduzida e eu tenho a sorte de ter um anjo que é a Violeta. Meu foco é minha filha.
 

Mais Notícias