Reportar erro
Colunas

Carro reformado do "Lata Velha" é vendido e se transforma em spa de cobras

Participante de quadro em 2008 'depenou' o veículo

kombi-latavelha-caldeirao-colunasanduba (4).jpg
Foto: Luiz Carreira
Sandro Nascimento

Publicado em 10/05/2016 às 11:43:27

Em 2008, o apresentador Luciano Huck entregou ao uruguaio Javier uma Kombi de tatuagem reformada. Era mais uma edição do famoso quadro do "Caldeirão do Huck", "Lata Velha".

O tatuador que cantou e interpretou no palco do programa a música "Livin la vida loca", de Rick Martim, conseguia com isso uma oportunidade para ganhar a vida no país.

Mas a sorte de ter sido contemplado pela atração da Globo não ajudou no sucesso do negócio. Javier vendeu sua Kombi reformada de tatuagem e voltou para seu país de origem, o Uruguai.

A atual proprietária, a terapeuta holística Sarah Zaad, comprou o veículo no final do ano passado e o transformou num spa móvel de cobras. Ela reclama das péssimas condições que adquiriu o bem.

"Até a caixa d'água o cara vendeu. Se olhar no vídeo tinha um lavatório. Quem mexe com tatuagem precisa de água por causa de higiene. Eu achei que a Kombi estivesse com a maca, com iluminação e abrindo teto solar. Na verdade ela estava toda destruída, sem forro, sem nada. Só tinha o volante e um banco improvisado. O cara simplesmente vendeu tudo e voltou para o país dele sem nada", desabafa.

Entretanto, Sarah Zaad é a terceira proprietária do veículo. Ela comprou de uma rapaz que vende lanches na rua, que não se adaptou. "Ele fez um preço menor e eu fiquei feliz, porque eu consegui o que queria", conta ela, que atende gratuitamente mulheres que sofreram algum tipo de violência domestica, em comunidades carentes do Rio.

"Eu tentei entrar em contato com o Luciano Huck e não consegui. Queria que ele soubesse disso e não cometesse os mesmo erros. Na minha opinião tem que acontecer uma pesquisa mais profunda, se a pessoa realmente tem boa índole e se merece ganhar aquele bem", diz Sarah, que sonha em ver seu spa de cobras ganhar uma reforma no "Lata Velha".

Futebol no SBT só se for exclusivo

Vai ser difícil a Globo convencer o SBT a dividir as transmissões do Brasileirão deste ano, após a saída da Band. Existe um consenso entre seus diretores que só ser for exclusivo.

Numa conversa com este colunista durante uma feira de TV no Rio em março, o diretor artístico Fernando Pelégio falou sobre a transmissão de eventos esportivos na programação do SBT. "Estamos abertos a oportunidades, mas a gente não quer compartilhar, não queremos a segunda janela, não é interessante para o SBT", contou.

Nos bastidores, a informação é que a Record também não concorda em transmitir o mesmo produto e no mesmo horário da Globo. Vamos aguardar.

Ator Caetano O'Maihlan fazendo a diferença

O ator Caetano O'Maihlan aproveitou uma folga nas gravações de "A Terra Prometida" para conferir a estreia da peça "Casa de Bonecas", no Centro Cultural da Justiça Federal, na última sexta-feira (6) no Rio.

Ele, que será Setur na nova novela da Record, também se dedica ao teatro: nesta quarta (11), estreia a peça "A balada do amor através das idades", no Hospital da Piedade. A montagem faz parte do projeto do Doutores da Alegria chamado "Plateias Hospitalares", que leva arte a diversos hospitais do estado do Rio de Janeiro.

Globo que tirar 15 minutos dos desfiles das escolas do Rio

As mudanças propostas pela Globo para as escolas de samba do Rio serão votadas numa das próximas reuniões da LIESA (Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro). Já está tudo na mão dos responsáveis.

Segundos informações apuradas por esta coluna, a emissora quer diminuir em 15 minutos o tempo de desfiles das agremiações, números de carro alegóricos e a quantidade de componentes (em torno de 500) na avenida. Outra mudança seria o horário para início das transmissões dos desfiles, que passaria para as 23h, como em São Paulo.

Segundo uma fonte, a Globo alega estar formatando o carnaval para a TV. As escolas ainda não se posicionaram oficialmente sobre as mudanças, mas nos bastidores existe muita reclamação.

Qual a função de um colaborador de novela

Ator, diretor e escritor, talentoso e de múltiplas funções, Fabricio Santiago vem conquistando o seu espaço nas novelas da Globo. Com 28 anos, Fabrício é um dos autores colaboradores de “Totalmente Demais”, um grande sucesso na grade da emissora.

Descoberto pela autora da trama, Rosane Svartman, o jovem talento já tem no currículo outro grande sucesso da Globo: "Malhação: Sonhos", em 2014. "Eu sempre escrevi desde novinho, mas nunca encarei como um trabalho. A Rosane que é a autora, foi minha professora de cinema. Acho que ali ela começou enxergar algum talento em mim", conta em entrevista exclusiva.

Sobre a função de colaborador em uma novela, Fabrício revela o seu dia a dia: "São quatro colaboradores que escrevem cenas e influenciam diretamente na história. A gente dá palpite, dá ideias, escrevemos uma pequena sinopse com sequências de cenas com início, meio e fim de uma história da grande trama".

"Sempre entre os colaboradores tem o pesquisador. Além de escrever cenas, ele também faz pesquisas judiciais ou de saúde. Como foi o caso do personagem que sofreu um acidente e ficou paraplégico, foi ele que fez essa pesquisa. A gente também tem um supervisor que fica como uma pessoa que fica provocando situações, dando vários pontos de vistas para a história", conta o colaborador, que já atuou na temporada 2007 de "Malhação".

Fabrício Santiago revela que toda semana faz uma reunião para discutir o que vai acontecer no período. "Com isso, fazemos um resumo do capítulo e dividimos por cenas. Cada autor pega mais ou menos em torno de oito a doze cenas por capítulo e eles fecham o bloco. É um pouco complexo mas na prática funciona. Vou dar um exemplo: o jornalista Sandro vai ligar para seu chefe e eles discutem. Então eu vou e abro essa cenas. Eu coloco as ações e as falas. É muito interessante".

Feliz com o sucesso e repercussão de "Totalmente Demais", Fabrício elogia a equipe: "Eu vejo no meus chefes que eles são super conectado e atuais. Se preocupam em mostrar ao publico todos os pontos de vistas. A gente falou da homofobia, do racismo, de forma leve e tranquila sem levantar nenhuma bandeira e sem ser radical. Estou aprendendo muito com essa equipe", finaliza o rapaz, que sonha em assinar uma trama sozinho.

Rosane Svartman e Paulo Halm assinam "Totalmente Demais". Como colaboradores, além de Fabrício, há Mário Viana, Felipe Cabral e Claudia Sardinha.

Mais Notícias